Texto Conjuntural: Norte da América do Sul #5 – Mulheres rurais- mulheres com direitos

Mulheres rurais- mulheres com direitos

A produção rural é organizada com base no uso da mão de obra dos membros da família condicionada àquele trabalho. À mulher, em sua função de filha, esposa e mãe, é atribuído o trabalho doméstico e de cuidados com a família. Porém, estudos mostram que elas também têm grande participação em atividades nas lavouras e na produção de alimentos, mesmo que não participem do processo de decisão empregado sobre as atividades produtivas, e não desfrutem de reconhecimento e remuneração (HERRERA, 2016).

Por se tratar de atividades diretamente ligadas ao sustento da família, para autoconsumo em alguns casos, é esperado que seja efetuado pelas mulheres, posto que é visto apenas como uma extensão do seu papel de dona de casa responsável por cuidar das necessidades familiares. Desse modo, o trabalho doméstico é conciliado com as atividades produtivas, destacando o papel da mulher na reprodução familiar (HERRERA, 2016).

As atividades do campo desempenhadas pelas mulheres, em sua maioria, são as desenvolvidas no cultivo de horticultura/floricultura e no manejo de aves e de pequenos animais. A jornada cotidiana da mulher rural é menosprezada pela sociedade, atravessando o preconceito e a desigualdade, resultado do não reconhecimento de suas atividades na agricultura familiar, e da desvalorização da sua capacidade produtiva (HERRERA, 2016).

A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), é uma das organizações que buscam dar o destaque e o reconhecimento a essa causa, juntamente com a ONU Mulheres. São propostas iniciativas como debates, reuniões e projetos entre as mulheres rurais que possam lhes auxiliar, neste caso, com o recorte para a América Latina (FAO, 2017).

No caso da Colômbia, por exemplo, as mulheres rurais e indígenas formam 41,9% nos dados que mostram que elas são quem sustentam suas famílias, e atualmente essas mulheres tem o apoio da ONU Mulheres, para que as mesmas possam melhorar suas capacidades de liderança e empreendedorismo (ONU MULHERES, 2017).

 

HERRERA, Karolyna Marin. Da Invisibilidade ao Reconhecimento: mulheres rurais, trabalho produtivo, doméstico e de care. Pg.208 – 233. Política & Sociedade – Florianópolis – Vol. 15 –

ONU MULHERES. Mujeres colombianas cultivan café y sirven paz. 2017. Disponível em: <http://lac.unwomen.org/es/noticias-y-eventos/articulos/2017/10/feature-colombian-women-growing-coffee-brewing-peace&gt; Acesso em: 09 de dez de 2017

FAO. Las mujeres rurales de América Latina y el Caribe sacan la voz. Disponível em: <http://www.fao.org/americas/noticias/ver/es/c/1034646/&gt; Acesso em: 09 de dez de 2017


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.