Clipping Chifre da África #21

Mais de 70 mil pessoas fogem de suas casas por motivos de violência Étnica na Etiópia

Data: 02.10.2018 

Cidadãos Oromos vivem no oeste da Etiópia, em Benishangul-Gumuz foram atacados por membros de outros grupos, e muitos fugiram para Oromiya. Quando Abiy, líder Oromo assumiu o poder em Abril de 2018, realizou transformações na política, onde fez as pazes com a Eritréia, libertou prisioneiros e prometeu séries de reformas. Porém, tais flexibilizações podem ter aberto caminho para uma rivalidade já existente entre grupos étnicos.

Fonte: Discourse on Development

Confrontos étnicos abalam a Etiópia

 

Data: 02.10.2018

Já se contam 44 pessoas mortas e mais de 70 mil refugiadas em decorrência dos conflitos étnicos que ocorrem no país. Os grupos rivais se armam fortemente e assustam a população, as quais se veem forçadas a abandonar suas casas neste embate que dura desde abril. O recente eleito primeiro-ministro, com características pacificadoras, tem agora a missão de reestabelecer a paz no Estado e controlar estes grupos rebeldes que causam pânico entre os civis.

Fonte: Al Jazeera

Eritréia estabelece novos laços dentro e fora do Chifre da África

Data: 04.10.18

O primeiro-ministro da Etiópia, Abiy Ahmed, cessou as guerras que ocorriam entre seus país e a Eritréia ao abrir mão de um território que era disputado por ambos, começando assim com as novas relações de paz entre os membros do Chifre da África. Enquanto esses novos vínculos estão sendo estreitados, a Arábia Saudita procurou também estabelecer novos laços de comércio e segurança com a Eritréia. Esse interesse se dá porque a Eritréia é uma região estratégica, sendo a principal rota de migração para o Oriente Médio e para a Europa, então obter uma influência política nesse país é muito útil para a Arábia Saudita. Assim, a cooperação entre esses Estados pretende o combate ao terrorismo e o desenvolvimento econômico dos países.

Fonte: The East African

O Sudão reitera o desejo de promover relações com os EUA

Data: 09.10.2018

Ibrahim Omer, presidente do Parlamento do Sudão, apresenta esforços do país para alcançar a paz regional, particularmente no Sudão do Sul e na República Centro-Africana e seus esforços no combate ao terrorismo, com o objetivo de retirar o nome do Sudão da lista de estados dos EUA patrocinadores do terrorismo e retomar negociações com o país, ressaltou a necessidade de boas relações baseadas no respeito mútuo e retomar o diálogo oficial entre os dois países.  No mês passado, o ministro das Relações Exteriores, El-Dirdeiry Mohamed Ahmed, reuniu-se com o subsecretário de Estado dos EUA, John J. Sullivan, em Nova York, à margem da 73ª sessão da Assembléia Geral das Nações Unidas e em um comunicado divulgado após a reunião, o Ministério do Exterior do Sudão disse que os dois lados chegaram a um acordo sobre o lançamento da segunda fase do diálogo entre os dois países.

Fonte: Sudan Tribune

 


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.