Golfo da Guiné#25

A Empresa de Água e Electricidade (EMAE) de São Tomé e Príncipe teve falência declarada pelo seu Diretor-geral, Celestino Andrade.

Data: 16 de setembro de 2019.

Com risco de São Tomé e Príncipe voltar à situação de apagões constantes, o diretor-geral da EMAE recorreu ao Banco Mundial e ao FMI (Fundo Monetário Internacional) para recuperar a estabilidade financeira da empresa e reverter a situação. De Acordo com Celestino Andrade, a empresa irá passar por uma reestruturação de custos e receitas, visto que os altos custos anuais descompensados foram um dos fatores que contribuíram para a falência. Além disso, assim como o país, a empresa já possuía dívidas elevadas, e já conhecidas pela população, que já ultrapassam 200 milhões de dólares. FONTES: http://www.jornaltransparencia.st/x80.htm


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.