Clipping África Ocidental #59

Libéria enfrenta dificuldade em fazer com que as Igrejas suspendam os cultos durante a pandemia do COVID-19.

No dia 30 de março, a Libéria seguiu os passos dos vizinhos, Costa do Marfim e Guiné Bissau, para o fechamento das fronteiras em um esforço conjunto para conter o avanço do COVID-19. Estes países são membros da Comunidade Econômica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO). O impedimento do fluxo entre fronteiras é bastante exigente para a manutenção da economia liberiana, que é muito dependente de trocas, especialmente com a Guiné Bissau.

Entretanto, esse não é o único problema enfrentado. O ministro Eugene L. Fahngon expõe que várias igrejas insistem em desafiar as medidas de prevenção, que inclui, para essas instituições, a suspensão de cultos e reuniões. Fahngon é enfático: “essa é uma luta conjunta e não cabe aos padres e pastores colocarem os fiéis em risco”. E reforça que aqueles que desobedecerem as leis estão desobedecendo não só ao Estado, mas também a Deus e serão punidos.

Por Maria Eugênia Jones. Fonte AllAfrica. 07/04/2020.

Leia mais em: https://allafrica.com/stories/202004070353.html


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.