Clipping África Ocidental #108

ONU engaja jovens no desenvolvimento sócio empresarial na Guiné-Bissau.

7 de outubro de 2021

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, Pnud, em parceria com Banco Mundial e outros atores, realizou uma ação híbrida sobre o empreendedorismo e inovação na Guiné-Bissau. No evento, a proprietária da Empresa de Cartuchos Reciclados Ambiental Multicolor, foi confirmada como uma das vencedoras do concurso sobre os serviços públicos promovido pelo Laboratório de Aceleração da agência da ONU. A agência realizou o concurso que identificou mais de 70 empreendedores guineenses que expôs o potencial juvenil, da criação do emprego e rendimento do país. Essa iniciativa destacou o peso do investimento em infraestrutura e educação profissionalizante para estimular o empreendedorismo. Diante disso, o Pnud quer fornecer ferramentas e recursos para ajudar os guineenses a colaborar, criar, cooperar e partilhar conhecimentos. A ideia é incentivar o desenvolvimento do ecossistema do empreendedorismo focado no crescimento socioeconômico sustentável.

Fonte: ONU News. Resumo: Milena Consulin.

Link:https://news.un.org/pt/story/2021/10/1765762

Burkina Faso abre julgamento pelo assassinato de Sankara em 1987.

11 de outubro de 2021.

Capitão Thomas Sankara, presidente do Burkina Faso, dá uma entrevista coletiva em 1986 [Eric Congo / AFP].

O julgamento de 14 homens, incluindo um ex-presidente, começou em Burkina Faso devido ao assassinato do reverenciado líder revolucionário do país, Thomas Sankara, há 34 anos. O ex-presidente Blaise Compaore e 13 outras pessoas enfrentam uma série de acusações pela morte de Sankara, descrito por seus seguidores como o africano Che Guevara. Dias antes do início do julgamento na segunda-feira, Compaore, o chefe acusado, anunciou por meio de seus advogados que boicotaria o julgamento. Com isso, na segunda-feira (11), depois de várias horas, o processo foi adiado até 25 de outubro, depois que os advogados de defesa disseram que foram confrontados com 20.000 documentos e tiveram pouco tempo para preparar o caso.

Fonte: Al Jazeera. Resumo: Milena Consulin.

Link:https://www.aljazeera.com/news/2021/10/11/burkina-faso-to-open-trial-on-1987-sankara-assassination 

Senegal em busca da “soberania farmacêutica”.

12 de outubro de 2021

(A fábrica de drogas Médis, em Thiaroye, nos subúrbios de Dakar, em setembro de 2021)

Em Thiaroye, nos subúrbios de Dakar, a única fábrica farmacêutica do Senegal foi fechada em janeiro de 2020. Desde então, 96% dos medicamentos e tratamentos foram importados, contra 90% antes do fechamento do local, segundo o médico Abdoulakhat Mangane, assessor do Ministério da Saúde. Em busca de uma soberania duradoura na produção de alguns medicamentos essenciais, o governo discute frequentemente o relançamento da fábrica, apesar de negociações estagnadas com a Médis. 

O país sobrevive atualmente da solidariedade internacional em meio a crise sanitária da Covid-19, visto que os processos para obtenção de autorizações de comercialização são muito longos, em conjunto com freio a investidores não farmacêuticos, medidas tributárias não incentivadoras e alto custo de energia. Apesar de todos os obstáculos, o governo do Senegal tem como objetivo satisfazer, graças à produção local, 50% das necessidades nacionais de medicamentos até 2035.

Fonte: Le Monde Afrique. Resumo: Izaleba Lizardo Burjaily.

Acesso em: https://www.lemonde.fr/afrique/article/2021/10/12/le-senegal-en-quete-de-souverainete-pharmaceutique_6098081_3212.html.

Responsável por crimes de guerra na República Centro-Africana é suspeito de ‘espancar’ prisioneiros, disse o promotor do TPI.

12 de outubro de 2021

Um ex-comandante da facção “Seleka” da República Centro-Africana participou de espancamentos e maus-tratos a prisioneiros suspeitos de apoiar o presidente deposto, François Bozize, disse na terça-feira (12) um promotor do Tribunal Penal Internacional (TPI). Mahamat Said Abdel Kain foi detido em janeiro e transferido para Haia, onde enfrenta acusações de crimes de guerra e crimes contra a humanidade cometidos em 2013. Os juízes decidirão dentro de 60 dias, a partir do final das audiências na quarta-feira (13) se confirmarão ou não algumas ou todas as 14 acusações contra Said, incluindo perseguição e tortura, e levarão o caso para o julgamento. Os promotores disseram que Said administrava dois centros de detenção na época dos crimes suspeitos. “Dizemos que as evidências mostram que Said estava na sala onde tudo aconteceu. Ele encorajou, facilitou, mas também participou de espancamentos e maus-tratos”, disse o promotor Karim Khan aos juízes.

Fonte: Reuters. Resumo: Milena Consulin.

Link:https://www.reuters.com/world/africa/central-african-republic-war-crimes-suspect-beat-prisoners-icc-prosecutor-says-2021-10-12/ 

Candidato da oposição vence eleição em Cabo Verde.

18 de Outubro de 2021.

 O Primeiro-Ministro de Cabo Verde, José Maria Neves, fala durante uma conferência de imprensa com o seu homólogo português Pedro Passos Coelho (não retratado) no palácio das Necessidades em Lisboa a 17 de dezembro de 2014. REUTERS / Rafael Marchante / File Photo
O Primeiro-Ministro de Cabo Verde, José Maria Neves. Lisboa a 17 de dezembro de 2014. REUTERS / Rafael Marchante / File Photo

O candidato da oposição e ex-primeiro-ministro, José Maria Neves, venceu as eleições presidenciais de Cabo Verde no domingo (17), uma vez que seu principal rival, o porta-bandeira do partido no poder Carlos Veiga, reconheceu a derrota.

Neves teve 51,7% dos votos com base nos resultados oficiais de 99,4% das assembleias de voto, à frente de Veiga que teve 42,4%. Os outros cinco candidatos ganharam menos de 2% cada. Diante disso, Neves, do esquerdista Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV), disse querer ser um presidente “que une, protege e cuida”. Neves, de 61 anos, que foi primeiro-ministro de 2000 a 2016, vai herdar a responsabilidade de estabilizar a economia turística do arquipélago do Atlântico, depois que a pandemia de COVID-19 a levou a uma recessão profunda. 

Dessa forma, o presidente Jorge Carlos Fonseca está deixando a presidência depois de cumprir os dois mandatos de cinco anos permitidos pela Constituição. 

Fonte:Reuters. Resumo: Milena Consulin.

Link:https://www.reuters.com/world/africa/opposition-candidate-neves-wins-cape-verde-election-2021-10-18/ 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.