Clipping Países Andinos #11

Grupos de dissidentes das FARC são acusados de assassinar três cidadãos equatorianos

O presidente do Equador, Lenín Moreno, informou na tarde do dia 13 de abril, sexta-feira, que os dois jornalistas e o motorista sequestrados no dia 26 de março, na fronteira entre a Colômbia e o Equador, foram assassinados. Javier Ortega, Paúl Rivas e Efraín Segarra desapareceram ao entrar na zona de conflito de Mataje, no norte do Equador, para fazer uma reportagem sobre o clima de violência na província de Esmeraldas, na região fronteiriça entre ambos os países. Nessa região, bandos de narcotraficantes se misturam com grupos de dissidentes das FARC que não aceitaram o processo de paz, os quais, segundo o governo, são os responsáveis pelo sequestro e assassinato dos três jornalistas. Apesar do luto, o presidente Moreno afirmou que ações militares na zona fronteiriça coordenadas com a Colômbia seriam realizadas imediatamente.

Fonte:  https://brasil.elpais.com/brasil/2018/04/13/internacional/1523570844_322773.html


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.