Clipping Chifre da África #27

Ataques aéreos feitos pelos EUA fazem vítimas na Somália

Data: 21.03.19

A Anistia Internacional afirmou em um relatório, publicado dia 18 de março de 2019, que cerca de 200 pessoas morreram ou foram feridos durante ataques feitos pelos Estados Unidas na Somália, durante os últimos 2 anos. Esse relatório foi feito através de análises de imagens de satélite e entrevistas de 65 testemunhas e sobreviventes de 5 ataques aéreos que foram detalhados. Nesse mesmo dia houve um ataque de aviões não tripulados feito pelos Estados Unidos, onde 2 civis morreram. Os dados da Anistia foram contestados pelo Comando da África dos EUA, que insistiu que os militares investigaram 18 casos mas que nenhum deles era confiável. Brian Castner, assessor da Anistia Internacional, afirmou que os EUA estão tentando criar uma ‘’cortina de fumaça para a impunidade’’ em torno da guerra da Somália ao manter seu papel neste conflito em sigilo.

Fonte: Al Jazeera

Sudão convoca embaixador do Egito em protesto sobre licitação de exploração de petróleo e gás em Habayeb

Data: 21.03.2019

O Ministério de Relações Exteriores do Sudão, por meio de um comunicado publicado na quinta-feira, disse que convocou o embaixador do Egito, Hossam Eissa, para Cartum em protesto a licitações ofertadas por Cairo para a exploração de petróleo e gás na região de Habayeb. A região é controlado pelo Egito, mas tem sido reivindicada pelo Sudão desde 1950. Cairo nega as reivindicações Sudanesas, fazendo com que essa questão seja ponto de contenda entre os dois países. O subsecretário do Ministério de Relações Exteriores sudanês protestou a decisão Egípcia e disse para o país “não avançar nesta direção que contradiz o status legal do triângulo de Habayeb.”

Fonte: Al Jazeera

Prisão secreta na costa da Eritréia

Data: 20.03.2019

O jornal Al Jazeera alega ter conseguido, após investigações, imagens de satélite que mostram uma prisão secreta, na costa da Eritreia, que teria sido construída pelo Emirados Árabes Unidos. Há relatos de vários iemenitas que, durante a guerra do Iêmen foram mantidos nessa prisão, sofrendo tortura e outros tipos de abuso.

Fonte: Al Jazeera


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.