Clipping África Austral #33

Oxfam: crise climática força 52 milhões de africanos a enfrentar a fome

Data: 09 de novembro de 2019

Relatório apresentado pela Ofam diz que 18 nações africanas sofreram perdas anuais de US $ 700 milhões devido a desastres climáticos. As vítimas foram registradas no Zimbábue, Zâmbia, Angola, Malawi, Moçambique, Madagascar e Namíbia, informou a confederação de mais de 17 ONGs internacionais. O relatório continuou dizendo que partes do sul do Zimbábue tiveram suas chuvas mais baixas desde 1981, o que levou mais de 5,5 milhões de pessoas a extrema insegurança alimentar.

Fonte: TRT

Rei da eSwatini (Suazilândia) gasta R$ 70 milhões em 139 carros de luxo para esposas

Data: 12 de novembro de 2019

O rei Mswati III, de eSwatini (antiga Suazilândia), criou grande polêmica em seu país ao determinar a compra de pelo menos 139 carros de luxo para suas 14 esposas. A informação foi divulgada na última semana pelo jornal Times, da África do Sul. O Movimento Democrático Popular Unido (Pudemo) reagiu com críticas ao monarca, especialmente aos baixos salários pagos a servidores públicos e aos gastos excessivos da realeza local.

Fonte: UOL

Angola reduziu importações de bens alimentares em 50%

Data 12 de novembro de 2019

O secretário de Estado da Economia, Sérgio Santos, disse que o país registrou no dia 12 de novembro, uma redução de cerca de 50% de suas importações, fundamentalmente commodities. Segundo Santos, as dificuldades na obtenção de divisas tem potencializado a produção local, e há uma maior oferta de produtos hoje no país, principalmente carne de frango, milho e batata. Assim, visto uma maior oferta local de bens internamente, essa produção está sendo capaz de suprir boa parte da demanda. Esse cenário está engendrando um processo de melhoria das infraestruturas do país, para o auxílio de escoamento dos produtos.

Fonte: Plataforma

Adalberto Costa Júnior é o novo líder da UNITA

Data: 15 de novembro de 2019

Adalberto Costa Júnior tornou-se, no dia 15 de novembro, o terceiro presidente da União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA), um partido fundado por Jonas Savimbi. A UNITA é hoje o maior partido de oposição na Angola. O chefe de Estado Angolano e líder do MPLA (Movimento Popular de Libertação de Angola) parabenizou Adalberto e reforçou a importância do fortalecimento da oposição para a democracia do país.

Fonte: Diário de Notícias


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.