Texto Conjuntural Grandes Lagos #5: O efeito do COVID-19 sobre o mercado de flores da Quênia

 

business_flower
Foto:Embaixada do Quênia no Japão

O efeito do COVID-19 sobre o mercado de flores da Quênia

 

Por: Bruna Castro

A COVID-19, comumente conhecido como o “coronavírus”, que teve seu surto iniciado em Wuhan, na China (EUROPEAN CENTRE FOR DISEASE PREVENTION AND CONTROL, 2020), atualmente tem afetado o mundo inteiro, e de formas diferentes. A COVID-19 uma doença infecciosa viral transmitida pelo contato com as gotículas de uma pessoa contaminada, e que inclui sintomas como febre, tosse e falta de ar. Em casos mais graves, a doença pode causar dificuldade em respirar e pode até resultar em morte (WORLD HEALTH ORGANIZATION, 2020).  Até dia 1 de abril, a Quênia registrou 81 casos, sendo país mais afetado da no leste da África (AFRICANEWS, 2020). 

O país está sob observação desde o dia 12 de março de 2020, quando foi confirmado o primeiro caso do vírus. Desde então, um toque de recolher obrigatório foi implementado no país — ao ponto de violência ser utilizada contra a população em caso de violação desse mandato. Atualmente, as autoridades quenianas estão investigando um caso em que um menino de 13 anos foi baleado em resposta ao rompimento do toque de recolher de quarentena (NEW YORK POST, 2020). Ademais, foram relatados também casos de brutalidade policial contra jornalistas que cobriam notícias no COVID-19 (HUMAN RIGHTS WATCH, 2020).

Não obstante, o coronavírus tem afetado todos os segmentos da sociedade. Por conta da pandemia, a economia global sofreu consideráveis recuos, incluindo o colapso de várias bolsas de valores (BBC, 2020). Na Quênia, na Comissão de Valores Mobiliários de Nairóbi (NSE), as ações caíram para o nível mais baixo desde 2003 (THE EAST AFRICAN, 2020). Em especial, e surpreendentemente, o COVID-19 tem afetado a indústria de floricultura da Quênia, um de seus pilares econômicos.

O setor de floricultura da Quênia, seu terceiro maior recebedor de divisas estrangeiras, arrecada cerca de USD 1,15 bilhão por ano, sendo então essencial para a economia do país (ANADOLU AGENCY, 2020). A Europa, por sua vez, representa 70% de todas as exportações da Quênia (ANADOLU AGENCY, 2020). Com a pandemia, e os consequentes efeitos econômicos que ela trouxe globalmente, consumidores estão demandando somente itens essenciais e, portanto, flores não são compradas. Ademais, o cancelamento de voos internacionais e o fechamento de algumas fronteiras têm obrigado as empresas a operarem em menor grau, temendo a falência (REUTERS, 2020). Dessa forma, as empresas de floricultura estão tendo que dispensar grande parte de seus funcionários e, sobretudo, colher e exterminar suas colheitas (ANADOLU AGENCY, 2020).

Não obstante, o COVID-19 não tem afetado somente as empresas, mas principalmente seus funcionários. No país, cerca de 500,000 pessoas, incluindo mais de 100,000 de funcionários de fazendas de flores, dependem da indústria de floricultura (EMBASSY OF THE REPUBLIC OF KENYA IN JAPAN, n.d.). Clement Tulezi, chefe executivo do Conselho de Flores da Quênia (Kenya Flower Council – KFC) afirmou que, com o COVID-19, o efeito ao longo prazo é o fechamento das fazendas de flores no país, por conta dos prejuízos obtidos (ANADOLU AGENCY, 2020). Tulezi destaca que sem uma solução em até oito semanas, todos aqueles que dependem da indústria de floricultura, incluindo cerca de 150,000 trabalhadores sazonais, estarão sem empregos (ANADOLU AGENCY, 2020).

Referências Bibliográficas

AFRICANEWS. Kenya’s COVID-19 cases reach 81, chloroquine treatment likely. 2020. Disponível em: <https://www.africanews.com/2020/04/01/enforcement-of-coronavirus-lockdown-turns-violent-in-parts-of-africa//>. Acesso em: 01 abr. 2020.

ANADOLU AGENCY. Kenya’s flower industry dying due to COVID-19. 2020. Disponível em: <https://www.aa.com.tr/en/africa/kenya-s-flower-industry-dying-due-to-covid-19/1782378>. Acesso em: 01 mar. 2020.

BBC. Coronavirus: Stock markets suffer worst quarter since 1987. 2020. Disponível em: <https://www.bbc.com/news/business-52113841>. Acesso em: 03 mar. 2020.

EMBASSY OF THE REPUBLIC OF KENYA IN JAPAN. The Flower Industry in Kenya. n.d.. Disponível em: <http://www.kenyarep-jp.com/business/flower_e.html>. Acesso em: 03 mar. 2020.

EUROPEAN CENTRE FOR DISEASE PREVENTION AND CONTROL. COVID-19. 2020. Disponível em: <https://www.ecdc.europa.eu/en/covid-19-pandemic>. Acesso em: 03 mar. 2020.

HUMAN RIGHTS WATCH. Kenya Police Abuses Could Undermine Coronavirus Fight. 2020. Disponível em: <https://www.hrw.org/news/2020/03/31/kenya-police-abuses-could-undermine-coronavirus-fight>. Acesso em: 01 abr. 2020.

KENYA MINISTRY OF HEALTH. Kenya coronavirus cases rise to four, CS health. 2020. Disponível em: <http://www.health.go.ke/kenya-coronavirus-cases-rise-to-four-cs-health/>. Acesso em: 01 abr. 2020.

NEW YORK POST. Kenyan teen killed after police opened fire to enforce coronavirus curfew. 2020. Disponível em: <https://nypost.com/2020/04/01/kenyan-teen-killed-by-bullet-as-police-enforced-coronavirus-curfew/>. Acesso em: 01 abr. 2020.

REUTERS. Kenya’s flower exports wither as demand drops amid coronavirus pandemic. 2020. Disponível em: <https://www.reuters.com/article/health-coronavirus-kenya-flowers/kenyas-flower-exports-wither-as-demand-drops-amid-coronavirus-pandemic-idUSL8N2BA7M8>. Acesso em: 03 mar. 2020.

THE EAST AFRICAN. NSE stocks plunge to lowest level since 2003 on corona. 2020. Disponível em: <https://www.theeastafrican.co.ke/business/NSE-stocks-plunge-to-lowest-level-since-2003-on-corona/2560-5502564-wprdgfz/index.html>. Acesso em: 03 mar. 2020.  

WORLD HEALTH ORGANIZATION. Q&A on coronaviruses (COVID-19). 2020. Disponível em: <https://www.who.int/news-room/q-a-detail/q-a-coronaviruses>. Acesso em: 03 mar. 2020.

 


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.