Clipping Grandes Lagos #59

Ruanda emite ordem de prisão internacional contra ex-chefe de inteligência acusado de genocídio

Data: 26/08/2020

As sequelas do genocídio em Ruanda podem ser percebidas até os dias atuais. O Estado ruandês emitiu uma ordem de prisão internacional (28/08) contra o chefe Aloys Ntiwiragabo da inteligência militar durante o genocídio de 1994. As autoridades suspeitam que ele possa estar foragido na França. O Ministério Público Francês abriu uma investigação por “crimes contra a humanidade” e se mantém ativo nas investigações. Além disso, o Tribunal Penal Internacional para Ruanda (TPIR) já havia feito o mesmo procedimento de ordem judicial alguns anos antes. O militar Ntiwiragabo é citado nos documentos de acusação do TPIR de 1998 contra pessoas suspeitas de participar no genocídio em Ruanda. 

Fonte: G1

“Vamos nivelar a curva” diz Uhuru, presidente do Quênia ao anunciar 213 novos casos. 

Data: 27/08/2020

Em 6 meses de luta contra a doença a taxa de infecção no Quênia caiu significativamente de 13% para 8% em agosto. Mas o que mais preocupa, disse o presidente, é a onda de infecção que agora está se movendo dos pontos críticos originais de Mombaça e Nairobi para as vilas rurais nos condados. “Embora tenhamos nos saído bem em nossa tentativa de achatar a curva, essa crise agora começou a aumentar nos municípios. A nova fronteira desse inimigo invisível está cada vez mais se deslocando para os condados e para as nossas áreas rurais ”, destacou. 

Fonte: Capital News 

Foto: Tchandrou Nitanga via Bloomberg
Novo líder do Burundi pode ser uma esperança para o fim da turbulência política

29/08/2020

A promessa do presidente do Burundi, Evariste Ndayishimiye, de empreender uma reforma generalizada, aumentou as esperanças de que a nação da África Oriental esteja emergindo da turbulência do regime autoritário de seu falecido predecessor. O sucessor de Nkurunziza, escolhido a dedo, venceu a disputada eleição de 20 de maio que se seguiu a meses de violência e foi empossada um mês antes do planejado, após a morte súbita do ex-presidente por um ataque cardíaco em 8 de junho. Os novos líderes parlamentares foram selecionados em uma votação que excluiu os oponentes do governo, como por exemplo o Conselho Nacional para a Liberdade cujo líder, Agathon Rwasa, foi o segundo colocado na eleição presidencial e declarou que mais de 400 de seus membros, incluindo seus observadores eleitorais, permanecem detidos sob falsas acusações. 

Fonte:  Bloomberg 

Mais de uma dúzia de civis mortos em ataque ao leste da RDC

22/08/2020

Supostos combatentes de um notório grupo armado no leste da República Democrática do Congo (RDC) mataram 13 pessoas durante ataques a duas aldeias , segundo autoridades locais e o exército. O grupo armado das Forças Democráticas Aliadas (ADF), formado em 1986 por combatentes com base na vizinha Uganda ocidental, há muito tempo atuam ao longo da fronteira e, nos últimos anos, foi acusado de uma onda de assassinatos na região. Em 2019, o exército da RDC lançou uma campanha contra o grupo que levou a uma “intensificação dos ataques mortais” do ADF, informou um relatório da ONU no mês passado.

Fonte: Aljazeera


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.