Clipping Chifre da África #76

Em Tigré, habitantes de Wukro ainda sofrem com a guerra.

Por: Ana Luísa Gomes em 16/03/2021

Habitantes da cidade de Wurko ainda sofrem com a guerra entre a Etiópia e a região do Tigré, instaurada em novembro de 2020, quando o atual primeiro ministro, Abiy Ahmed, mandou o exército a fim de  depor o partido no poder na região, a Frente de Libertação do Povo do Tigré (TPLF), acusado de ter provocado o ataque às bases do Exército federal. Muitos moradores da cidade tiveram que sair às pressas de suas casas, ao observarem que a cidade estava sendo bombardeada. Segundo o relato de um chefe da igreja católica em Wukro, “Matar é seu trabalho diário. Nem se dão conta de que estão matando pessoas”, disse sobre os eritreus.

Fonte: GHZ. Disponível em: https://gauchazh.clicrbs.com.br/mundo/noticia/2021/03/em-tigre-habitantes-de-wukro-ainda-sofrem-com-a-guerra-ckmbw086q000n01f1dnr49fh4.html

Conselho de Segurança da ONU estende mandato da Missão das Nações Unidas na República do Sudão do Sul. (imagem)

Por: Ana Luísa Gomes em 16/03/2021

O Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas estendeu neste fim de semana o mandato da Missão das Nações Unidas na República do Sudão do Sul (UNMISS) até 15 de março de 2022. O Conselho de Segurança também exigiu que todas as partes em conflito no Sudão do Sul e outros atores armados parassem imediatamente de lutar e se engajassem no diálogo político, de acordo com o acordo de paz assinado em 2018, e ainda,  solicitou que o Secretário-Geral fornecesse até 15 de julho de 2021 uma avaliação das necessidades para a criação de um ambiente propício para as eleições, além de relatórios abrangentes a cada 90 dias sobre a implementação do mandato da UNMISS.

FONTE: Radio Tamazuj. Disponível em: https://radiotamazuj.org/en/news/article/un-security-council-extends-unmiss-mandate

Biden envia senador dos EUA à Etiópia por causa de crise humanitária

Por: Ana Luísa Gomes em 16/03/2021

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, está enviando o senador Chris Coons à Etiópia para se encontrar com o primeiro-ministro Abiy Ahmed e transmitir as “graves preocupações” do presidente sobre a crise humanitária na região de Tigray, onde milhares morreram desde o início dos combates. O conselheiro de segurança nacional de Biden, Jake Sullivan, disse em um comunicado na quinta-feira (18) que Coons – um antigo aliado de Biden – também consultaria a União Africana. A situação da guerra na Etiópia, vem cada vez mais chamando a atenção da mídia internacional, uma vez que há um enorme número de mortos, bem como milhares de desabrigados. “Os Estados Unidos estão seriamente preocupados com a deterioração da situação no Tigray, que ameaça a paz e a estabilidade da região do Chifre da África”, disse Coons.

FONTE: Al Jazeera. Disponível em:

https://www.aljazeera.com/news/2021/3/18/biden-dispatches-us-senator-to-ethiopia-over-humanitarian-crisis

Médico foge de conflito na Etiópia e vira voluntário no Sudão

 Por Bárbara Thaís Pinheiro Silva em 21/03/2021

O médico Tefera Tewodros foi um dos primeiros refugiados a chegar em segurança no leste do Sudão, após o início da crise no Tigré – Etiópia. O mesmo relata que os primeiros dias de refugiados foram os piores da vida dele. Ao chegar no Sudão, o médico prontamente se voluntariou para trabalhar na ACNUR, a Agência da ONU para Refugiados e à Comissão Sudanesa para Refugiados (COR), na clínica de saúde em Kassala, onde a grande parte dos 60 mil refugiados que saíram da Etiópia foram recebidos no país. Desta forma, Tefera busca apoiar o seu povo, não apenas pelo seu trabalho, mas como alguém que sabe de perto a realidade e o trauma dos refugiados.  

Fonte: ACNUR. Disponível em: https://www.acnur.org/portugues/2021/03/01/medico-foge-de-conflito-na-etiopia-e-vira-voluntario-no-sudao/

Djibouti is doing fine without DP World (Djibouti está indo bem sem DP World, em tradução livre)

Por Beatriz Coutinho em 19/03/2021

Apesar de a pandemia do novo coronavírus ter impactado negativamente o comércio mundial, o porto público de Djibouti apresentou uma notável taxa de crescimento, devido ao aumento de cerca de 30% no tráfego de contêineres – aproximadamente 1,1 milhões de unidades -, no ano de 2020. O porto djiboutiano chegou até a superar o Tânger Med, maior porto africano, apresentando ser um grande sucesso, apesar do contexto geral.

Contudo, assim que o desembaraço legal for concluído, ainda é possível que empresas privadas atuem no local, e a CMA CGM, empresa privada francesa de conteinerização e transporte marítimo, é uma das muitas interessadas na área. A DP World, empresa que comandava o porto de Doraleh – uma extensão do porto de Djibouti – até ser expulsa do local em 2018, vem tomando medidas legais para voltar ao controle do porto, apesar de o governo djiboutiano apresentar uma forte resistência em relação ao cumprimento das decisões tomadas. A empresa pretende ainda criar uma política análoga à da China String of Pearl – que permite que o gigante chinês contorne o território indiano -, ao passo que deseja que a  Etiópia não precise passar pelo território djiboutiano.

FONTE: The Africa Report. Disponível em: https://www.theafricareport.com/71258/djibouti-is-sailing-along-without-dp-world/

A disputa marítima entre Quênia e Somália

Por Elisa Tolentino de Oliveira em 14/03/2021

Os dois países ao leste do continente africano, estão em desacordo desde 2014 sobre a fronteira marítima entre eles, em uma região rica de gás e petróleo no oceano Índico. Enquanto a Somália alega que a fronteira deveria seguir a mesma direção da linha de fronteira terrestre, o governo do Quênia exige que a fronteira seja deslocada em linha reta mais ao leste, aumentando seu território marítimo. A tensão entre os dois países vem aumentando desde dezembro de 2020, quando a Somália cortou as relações diplomáticas com o país vizinho.  Na próxima segunda-feira, depois de anos de atraso, vão começar as audiências sobre a disputa marítima na fronteira entre Quênia e Somália na corte internacional da Organização das Nações Unidas, localizada em Haia, nos Países Baixos. A audiência pública terá um formato diferente neste ano, em razão da pandemia do novo Coronavírus, alguns membros da corte estarão presentes e outros estarão de forma remota.

FONTE: Al Jazeera. Disponível em https://www.aljazeera.com/news/2021/3/14/somalia-kenya-maritime-dispute-explained

Etiópia: Médicos Sem Fronteiras condenam ataques contra clínicas médicas em Tigray

Por Elisa Tolentino de Oliveira e Maria Luiza Mendes em 14/03/2021

O programa beneficente Médico Sem Fronteiras na Etiópia publicou um documento condenando os ataques deliberados a clínicas médicas na região de Tigray, as quais já estão colapsando com o contínuo conflito militar que está ocorrendo na região. O documento afirma que as estruturas de atendimento hospitalar na região foram saqueadas, vandalizadas e destruídas, e que dos 103 lugares visitados pelo grupo, apenas 13% estão funcionando normalmente, cerca de 1 estabelecimento em 5, estão ocupados por soldados feridos do conflito. No comunicado emitido na segunda-feira (15) relatam que “estruturas de tratamento na região etíope de Tigray foram saqueadas, vandalizadas e destruídas de forma deliberada e

generalizada” de acordo com os observadores na área.

FONTE: Al Jazeera. Disponível em https://www.aljazeera.com/news/2021/3/15/ethiopia-msf-condemns-widespread-attacks-on-tigray-clinics

Biden manda senador dos Estados Unidos para a Etiópia devido a crise humanitária

Por Maria Luiza Mendes em 18/03/2021

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, está manando o senador Chris Coons para a Etiópia para encontrar-se com o primeiro ministro do Estado Abiy Ahmed para comunicar as as preocupações do presidente sobre a crise humanitária na região de Tigray, onde milhares de pessoas morreram desde o início da crise. O conselheiro de segurança nacional do presidente, Jake Sullivan, emitiu em um comunicado na quinta-feira que consultaria a União Africana.

Fonte: AlJazeera. Disponível em <https://www.aljazeera.com/news/2021/3/18/biden-dispatches-us-senator-to-ethiopia-over-humanitarian-crisis&gt;

Países africanos suspendem imunização com AstraZeneca

Por Maria Luiza Mendes em 18/03/202117/03/2021

Alguns países africanos paralisaram o plano de aplicação das vacinas contra o Covid-19 com a AstraZeneca por causa de efeitos colaterais apontados. O imunizante é distribuído pelo consórcio de vacinação global Covax. Com o anúncio da suspensão da AstraZeneca, Somália iniciou recentemente sua campanha de vacinação e Etiópia continua distribuindo o imunizante enquanto não tiver provas concretas de riscos para a saúde.

Fonte: DW. Disponível em: <https://www.dw.com/pt-002/países-africanos-suspendem-imunização-com-astrazeneca/a-56895072&gt;

Disputa marítima cria tensão entre Somália e Quênia

Por Maria Luiza Mendes em 18/03/202116/03/2021

A disputa entre Quênia e Somália por uma área rica em petróleo e gás próxima ao Oceano Índico não levará ao conflito armado entre os países, porém irá afetar os pescadores e contribuir de modo indireto para a instabilidade da região. A região refutada se estende por 160.850 quilômetros quadrados e é uma importante região para pesca em ambos os países, a área também é rica em gás e petróleo.

Fonte: DW; Disponivel em: <https://www.dw.com/pt-002/disputa-marítima-gera-tensão-entre-somália-e-quénia/a56885574&gt;

Estados Unidos pressionam Somália para realizarem eleições imediatamente.

Por Vinicius de Oliveira Martinez em 19/03/2021

Com o prazo esgotado do presidente da Somália, Mohamed Abdullah Mohamed, deixar seu cargo no início de fevereiro de 2021.Os Estados Unidos pedem por meio de seu secretário de Estado, Antony Blinker que os líderes e membros políticos da Somália reflitam no bem-estar do povo somaliense e instaure eleições para presidente de forma transparente e inclusiva. 

Sudão perdoa comandante acusado de atrocidades em Darfur

Por Brenda Lima em 11 de março de 2021

Sudão libertou Musa Hilal, o líder da força Janjaweed, acusado em 2017 pelas Nações Unidas por supostas atrocidades na região oeste de Darfur. O perdão concedido segue conforme acordo de paz assinado em outubro de 2020 entre o governo de transição do Sudão e grupos rebeldes Darfuri.

Fonte: BBC News. Disponível em:

Jornalista da BBC é apreendido em Tigray na Etiópia

Por Brenda Lima em 11 de março de 2021

Após avisos da ONU sobre os conflitos e possíveis violações aos direitos humanos no Tigray, governo da Etiópia lançou uma ofensiva para derrubar o partido local da Frente de Libertação dos tigrínos. A internet e as linhas telefônicas foram cortadas e os jornalistas não puderam fazer reportagens da região. Um jornalista da BBC News foi apreendido e relata como aconteceu em sua reportagem.

Fonte: BBC News. Disponível em:

https://www.bbc.com/news/world-africa-56284991

Atleta do Djibouti se prepara para Olimpíadas de Tóquio

Por Brenda Lima em 11 de março de 2021

Tetra Campeão Olímpico, Mo Farah relata que sempre sonhou em ser uma estrela e agora tem a oportunidade de representar o país mais uma vez nas olímpiadas de Tóquio. Farah está se preparando para a primeira Meia Maratona Internacional do Djibouti em seu campo de treinamento na Etiópia e diz “Estou ansioso para competir …estou animado. Obviamente, este ano vai ser diferente porque estou de volta à pista e muito ansioso por isso, mas ao mesmo tempo, ainda faltam quatro meses e meio ”

Fonte: AW

Fonte: Al Jazeera.

Disponível em: https://www.aljazeera.com/news/2021/3/19/us-calls-on-somalia-to-hold-elections-immediately

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.