Clipping Chifre da África #83

Somália está restaurando os laços com Quênia depois de quase seis meses

Por Elisa Tolentino em 06/05/2021

O governo somali afirmou estar restaurando seus laços diplomáticos com o país vizinho, Quênia, após meses de tensões quando a Somália acusou o governo queniano de se intrometer nos assuntos internos do país. As relações entre os dois países também tinham se intensificado em relação à posse de um potencial depósito de petróleo e gás, no qual se encontra na costa de Jubalândia, um dos cinco estados semi-autônomos da Somália. ‘’Ambos os governos concordaram em manter relações amigáveis entre os dois países com base nos princípios de respeito mútuo pela soberania e integridade territorial, não ingerência nos assuntos internos um do outro, igualdade, benefício mútuo e coexistência pacífica”. A declaração agradeceu ao Emir do Qatar Sheikh Tamim bin Hamad Al Thani, a quem atribuiu um papel na reconciliação, e disse que o degelo tinha sido bem recebido pelo Quênia.

Fonte: Somalia restoring ties with Kenya after nearly six months | Border Disputes News | Al Jazeera

Ministro de Assuntos Presidenciais do Sul do Sudão discute com embaixador da Etiópia as disputas fronteiriças com o Sudão

Por Elisa Tolentino em 07/05/2021

Nesta quinta-feira, dia 06/05, em Juba, capital do Sudão do Sul, houve um encontro entre o ministro dos Assuntos Presidenciais do Sudão do Sul, Barnaba Marial Benjamin, e o embaixador da Etiópia, Nebil Mandi. Na reunião, ambos discutiram sobre os desenvolvimentos relativos à disputa fronteiriça Etiópia-Sudão, a negociação da Grande Barragem Renascentista Etíope (GERD) e as próximas eleições na Etiópia. Uma declaração cedida ao jornal Sudan Tribune, afirmou que Marial assegurou o apoio de longa data de seu país a Etiópia, alegando a forma como os etíopes se mantinham com os sul sudaneses  quando precisavam de amigos. Enfatizou a importância da cooperação na ligação entre os dois países e a região através da energia elétrica, auto-estradas e outras infra-estruturas vitais que facilitam a utilização dos potenciais de desenvolvimento. Elogiando os esforços persistentes da Etiópia em prol da paz e estabilidade no Sudão do Sul, Marial solicitou ao embaixador que aumentasse ainda mais o apoio à plena implementação do acordo de paz.

Fonte:S. Sudan official, Ethiopian ambassador discuss GERD, border disputes with Sudan – Sudan Tribune: Plural news and views on Sudan

Patriarca da Igreja Ortodoxa Etíope condena o genocídio em Tigray

Por Elisa Tolentino e Vinícius Martinez em 08/05/2021

O chefe da Igreja Ortodoxa da Etiópia acusou as forças governamentais de levar a cabo um “genocídio” na região de Tigray, no norte do país, onde se crê que um conflito de seis meses entre tropas federais e aliadas e forças leais ao antigo partido no poder matou milhares de pessoas. Num vídeo gravado no mês passado em um celular e retirado da Etiópia, o patriarca ancião Abune Mathias dirige-se aos milhões de seguidores da igreja e à comunidade internacional, dizendo que as suas anteriores tentativas de se manifestar foram sabotadas. Os comentários são uma denúncia gritante por parte de alguém tão idoso na Etiópia, onde as mídias estatais refletem a narrativa do governo e tanto os jornalistas independentes como os tigreus têm sido intimidados e assediados.

Fonte: Ethiopia’s Orthodox Church patriarch condemns Tigray ‘genocide’ | Ethiopia News | Al Jazeera

Cerca de 5.000 crianças separadas das famílias devido ao conflito na Etiópia

Por Beatriz Coutinho

De acordo com a organização Save the Children, milhares de crianças foram separadas de suas famílias desde que o conflito armado entre o governo etíope e o governo eritreu contra a TPLF (Frente de Libertação do Povo Tigray) se iniciou no Tigray, região norte da Etiópia, em novembro de 2020. Durante os 6 primeiros meses, a Organização Internacional para as Migrações (OIM) detectou pelo menos 900 menores desacompanhados e mais de 4000 crianças que foram separadas de seus responsáveis.

Peta Straight, da Save the Children, informou que essas crianças não têm acesso à vacinação infantil de rotina, colocando-as em risco não apenas de contrair doenças infecciosas mas também de transmiti-las, gerando um surto na região. Algumas das doenças mais comuns são as que atingem as vias aéreas e a pele, além da desnutrição, todas relacionadas com falta de espaço e acesso à água potável.

A organização informa ainda que esses jovens são das mais diversas idades, desde recém-nascidos, que perderam as mães durante o parto, a adolescentes de 16 anos, que tornaram-se os principais cuidadores das crianças mais novas. A grande maioria vive em campos de refugiados ou acampamentos semelhantes, geralmente com indivíduos mais velhos, o que as submete aos perigos da violência e do abuso.

Abiy Ahmed, eleito primeiro ministro da Etiópia em 2018, recebeu o Nobel da Paz em 2019 por suas intervenções pacificadoras por todo o país, e inclusive declarou vitória, ao lado do exército eritreu, contra a TPLF em 28 de novembro, quando venceu Mekele, a capital do Tigray. Contudo, a guerra continua e tanto as forças eritreias quanto a TPLF são acusadas de conduzir chacinas e estupros contra o povo etíope.

FONTE: RTP. Disponível em: https://www.rtp.pt/noticias/mundo/cerca-de-5000-criancas-separadas-das-familias-devido-ao-conflito-na-etiopia_n1317257

Presidente do Sudão do Sul dissolve o parlamento

 Por Maria Luiza Mendes em09/05/2021

O Parlamento do Sudão do Sul foi dissolvido na noite do último sábado (08) pelo presidente, Salva Kiir. A restauração do parlamento estava prevista para fevereiro de 2020, no mesmo momento em que estava formando o governo da união nacional, mas a dissolução do parlamento não foi levada para frente pelo presidente até o último sábado, apesar dos pedidos repetidos da oposição. A partir de agora o caminho fica aberto para começar um novo e um maior parlamento, tendo sua formação negociada no acordo de paz de 2018. A ausência do novo parlamento foi o fator de problemas no Sudão do Sul, país atormentado pela violência e pela fome.

Fonte: DW

Disponivel em:

https://www.dw.com/pt-002/presidente-do-sudão-do-sul-dissolve-parlamento/a-57477592

Sudão se reuniu com o enviado dos Estados Unidos sobre a Represa do Renascimento

Por Maria Luiza Mendes em 09/05/2021

Os oficiais sudaneses se reuniram com Jeffrey Feltman, o novo enviado dos Estados Unidos para a região do Chifre da África, para tentar resolver a disputa referente a Represa do Renascimento, a enorme barragem hidrelétrica construída pela Etiópia na bacia hidrográfica do Nilo. As negociações entre Sudão, Egito e Etiópia sobre o preenchimento e as operações da represa foram paradas em abril e um convite sudanes para uma reunião da cúpula entre os primeiros-ministros dos três países jamais teve resposta.

Fonte: Monitor do Oriente Médio – MEMO

Disponível em:

<https://www.monitordooriente.com/20210509-sudao-reune-se-com-enviado-dos-eua-sobre-a

-represa-do-renascimento/>

Fome persegue a região de Tigray após seis meses de guerra

Por Maria Luiza Mendes em 07/05/2021

A desnutrição entre as crianças e mulheres grávidas está aumentando na região de Tigray, na Etiópia, após seis meses de conflito, em um comunicado das Nações Unidas e grupos humanitários. A frota de ajuda está bloqueada em Tigray, por combatentes, atrasando o fornecimento de alimentos para os necessitados na região norte em meio a uma contínua insegurança. Segundo relatos de grupos humanitários da ONU, que das 19.000 crianças examinadas abaixo de cinco anos, 431 foram identificadas com desnutrição severa, enquanto cerca de 2.721 mulheres foram consideradas desnutridas das 4.447 que foram examinadas.

Fonte: Bloomberg

Disponivel em:

<https://www.bloomberg.com/news/articles/2021-05-07/hunger-stalks-ethiopia-s-tigray-regio

n-after-six-months-of-war>

Pequeno grupo étnico teme extinção enquanto a guerra em Tigray entra no 6° mês

Por Maria Luiza Mendes em 04/05/2021

O pequeno grupo dos Irob que vive na região nordeste da Etiópia, na fronteira com a Eritreia, enfrenta uma crise existencial, além do sofrimento humanitário causado pelo conflito que continua acontecendo nessa região. Está estimado que cerca de 35.000 Irobs vivem nas áreas montanhosas semiáridas e eles temem que se a paz acontecer na região, ela pode ser às custas da sua comunidade.

Fonte: Al Jazeera

Disponível em:

<https://www.aljazeera.com/news/2021/5/4/tiny-ethnic-group-fears-extinction-as-tigray-warenters-

6th-month>

Djibouti olha para a Etiópia para avaliar o seu futuro econômico

Por Maria Luiza Mendes em 03/05/2021

O quinto mandato do presidente de Djibouti, Ismail Omar Guelleh, é provável que seja testado por desafios regionais do que domesticos. A liderança de Guelleh enfrenta as limitações econômicas, por conta das mudanças relacionadas ao seu principal parceiro, a Etiópia, que utiliza o principal porto marítimo de Djibouti para importações e exportações de e para a Etiópia desde 1999.

Fonte: Institute For Security Studies

Disponível em:

<https://issafrica.org/iss-today/djibouti-looks-to-ethiopia-to-gauge-its-economic-future&gt;

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.