Clipping Cone Sul #66

Fotografia argentina: quatro exposições históricas em uma única amostra

05/05/2021 – Por Larissa Cimini

Em 1983 foi fundado um grupo que marcou a história da fotografia argentina, o Núcleo de Autores Fotográficos (NAF), que surgiu pelo fato dos jovens não se sentirem representados por retratos e técnicas atomizadas. Até 1989, foram feitas 4 exposições, e o grupo se desfez após organizarem o Congresso de Fotografia de Buenos, em La Plata, sua maior conquista. Mais de 30 anos após o fim, todas as 190 obras de 45 artistas se encontram em uma única amostra na Biblioteca de Fotos da América Latina. 

Foram dois anos de trabalho para localizar todos os integrantes do grupo, encontrar negativos e reimprimir as fotos inquietantes, que retratam um período de revolta. Muitas obras simbolizavam as atrocidades do período da ditadura, a realidade dos hospitais psiquiátricos que, na época, não permitiam entrada com câmeras, entre outros. 

Fonte: https://www.lanacion.com.ar/cultura/fotografia-argentina-cuatro-exposiciones-historicas-en-una-sola-muestra-nid05052021

Apesar Coronavac promover uma queda das mortes, a contaminação continua em alta no Chile

10/05/2021 – Por Emilly Guidi

O governo chileno imunizou cerca de 47% da sua população com as duas doses do imunizante chinês, que apresentou um nível de proteção de 67% em pacientes sintomáticos, evitou 80% das hospitalizações no país e diminuiu em 80% o risco de morte por parte da sociedade civil. Segundo o governo, o país tem apresentado melhoras significativas nos últimos meses, o que justifica o fato de ter se tornado uma referência mundial quanto à vacinação contra o Covid-19. No entanto, a crise sanitária permanece no país, assim como o registro de 6 mil novos casos diariamente.

Os profissionais da saúde e especialistas no assunto não possuem certeza quanto ao aumento da contaminação no território nacional, entretanto, eles acreditam que um dos fatores que pode ter contribuído foi o excesso de confiança no processo de vacinação, e na rapidez na qual o processo se deu, o que influenciou no relaxamento das medidas de prevenção e de proteção. Por fim, o registro de novas variantes em circulação também é apontado como agravante para a situação presenciada no Chile.

Fonte: https://internacional.estadao.com.br/noticias/geral,uso-da-coronavac-no-chile-indica-queda-nas-mortes-mas-contagio-segue-em-alta,70003709656

Organizações sociais e de direitos humanos protestam contra criança argentina desaparecida após operação do exército paraguaio

10/05/2021 – Por Julia Parzzanini

Carmen Elizabeth Oviedo Villalba, conhecida como Lichita,  desapareceu depois de uma operação comandada pela Força Tarefa Conjunta (FTC) do Paraguai contra um grupo de guerrilha, no dia 30 de novembro de 2020. Em manifestações organizadas em frente ao Consulado Paraguaio e em carta enviada ao cônsul Juan Ramón Cano Montanía, tais organizações sociais exigem resposta tanto pelo desaparecimento de Lichita, de 14 anos, quanto pelo assassinato de suas primas, Lilian Mariana Villalba e María del Carmen Villalba, de 11 anos. O assassianto também ocorreu em operação praticada pela FTC em 2 de setembro de 2020, em um movimento contra o grupo guerrilheiro Exército do Povo Paraguaio (EPP). 

Fonte: https://www.brasildefato.com.br/2021/05/10/organizacoes-exigem-respostas-do-paraguai-sobre-crianca-argentina-desaparecida

ONU pede investigação de operação policial em favela no Rio de Janeiro, que matou pelo menos 25

07/05/2021 – Por Laura Ribeiro

O Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas – UN Human Rights – pede ao Ministério Público do Rio de Janeiro que realize uma investigação completa, independente e minuciosa sobre a operação policial ocorrida quinta – 06 de maio – na comunidade do Jacarezinho, zona norte da capital. A operação policial, mais letal da história do Rio, deixou 24 locais mortos e 1 policial, e, conforme porta-voz do escritório de direitos humanos ressaltou e condenou, utilizaram-se de força desproporcional e desnecessária contra população pobre, afrodescente e marginalizada. Tal evento visava repreensão ao tráfico de drogas local e foi considerado desastroso e incoerente com a determinação do Supremo Tribunal Federal – 2020 – que limitava operações policiais no Rio devido à emergência da pandemia. Ainda, o Conselho solicitou que haja uma averiguação guiada pelo Protocolo de Minnesota, padrão internacional de investigação de mortes potencialmente ilegais, para determinar a ilegalidade da intervenção.

Fonte: https://news.un.org/pt/story/2021/05/1749992

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.