Clipping África Austral #110

Como a pandemia COVID atrapalhou os alunos sul-africanos.

02/07/2022

No dia 02 de Junho, o governo sul-africano declarou estado de calamidade em relação a educação no país, devido ao fechamento das escolas durante a pandemia da covid-19, dados administrativos mostram que as crianças deixaram de aprender ou esqueceram por causa do tempo de escola perdido nos últimos dois anos letivos.

Fonte: The South African

Banco Mundial prevê crescimento econômico baixo para Madagascar

 03/06/2022

O relatório inicial de Direito Financeiro do Banco Mundial prevê para Madagascar em 2022 um crescimento econômico menor que o do ano passado e mensurado em 2,6%, que é colocado em contraponto aos 5,4% de crescimento econômico previstos pelo governo. A expectativa do Banco Mundial é afirmada diante das ameaças à economia do país originadas do surgimento de novos casos de COVID-19, da ocorrência de eventos climáticos extremos e da crise de oferta desencadeada pela invasão russa da Ucrânia. Observando os acontecimentos deste ano até o presente momento e avaliando seus impactos até o final do ano, o Banco Mundial justifica que a guerra na Ucrânia deve ser a maior responsável por impactar negativamente a economia de Madagascar. O país deve enfrentar dificuldades de escoar seus produtos ao exterior e terá acesso ao petróleo somente a preços maiores, tendo pressionado as contas públicas da ilha africana.

Fonte: Africanews

África do Sul redirecionará foco de saúde a HIV com o alívio da pandemia do COVID-19

03/06/2022

O Ministro da Saúde da África do Sul, Joe Phaahla, direcionando-se ao Conselho Nacional de Províncias, anunciou, nesta quarta-feira (01), que o foco do seu ministério será agora na identificação e no combate de casos de HIV e tuberculose. Estes casos, juntamente a outros de procedimentos cirúrgicos postergados e de problemas em instalações de saúde, necessitam de atenção urgente por terem sido negligenciados nos últimos dois anos devido ao foco no combate ao novo coronavírus. O HIV chama atenção por ser o vírus causador da AIDS e por se associar à tuberculose como a maior causa de morte dos soropositivos na região. Phaahla declarou que as medidas de mitigação de casos de COVID-19 devem ser realizadas de forma integrada à rede de serviços de cuidados primários de saúde do país, incluindo o que diz respeito à vacinação.

Fonte: Business Standard

Novo projeto de energia prevê criação de 30 mil empregos em África do Sul

03/06/2022

O Ministro da Ciência, Inovação e Educação Superior da África do Sul, Blade Nzimande, anunciou na quinta-feira (02) que seu ministério começou a trabalhar no Corredor do Vale do Hidrogênio e que prevê ao projeto nacional a criação de 30 mil novos empregos. O Corredor cobrirá três centros com alta concentração de demanda por hidrogênio e acesso ao hidrogênio verde, os quais são em Johanesburgo, em Mogalakwena/Limpopo e na Baía de Durban. O anúncio foi feito em seu discurso anual de negócios considerando o hidrogênio verde como uma fonte alternativa de energia limpa que, adicionalmente, pode ser armazenada. Nessa declaração, os vales de hidrogênio foram contemplados como promotores de tecnologias de energia limpa comerciais, possibilitando reduzir a dependência do país de combustíveis fósseis. Em termos socioeconômicos, Nzimande afirmou que o projeto pode criar direta e indiretamente de 14 a 30 mil empregos por ano até 2030 e acrescentar ao PIB mais de US$4 bilhões até 2050.

Fonte: BusinessTech

Dois dos maiores suspeitos de corrupção estatal na África do Sul são presos nos Emirados Árabes Unidos

07/06/2022

O governo da África do Sul anunciou a prisão de dois dos maiores suspeitos envolvidos no grande escândalo de corrupção estatal durante o governo do ex-presidente sul africano Jacob Zuma. Ambos foram detidos nos Emirados Árabes Unidos e as autoridades locais confirmaram a prisão dos fugitivos na segunda-feira (06/06). Os suspeitos, os irmãos Rajesh e Atul Gupta, são pessoas procuradas pela Interpol desde julho do ano passado. Além deles, o terceiro irmão, Ajay, também é acusado de saquear recursos públicos durante a Era Zuma (2009-2018) em esquemas de corrupção envolvendo contratos públicos e administração de assuntos de Estado. O ex-presidente Zuma, por sua vez, foi preso em julho de 2021, mas colocado em liberdade condicional em setembro do mesmo ano em função de problemas de saúde.

Fonte: Africanews

Zimbabwe recebe a presidenta do Conselho da Federação Russa; ação é interpretada como um aceno à Rússia

Fonte: AFP

08/06/2022

Na última semana, a presidenta do Conselho da Federação Russa, Valentina Ivanovna Matvienko, visitou o Zimbabwe e discursou dizendo que Moscou irá desenvolver as relações comerciais com o país, tendo em vista que o Ocidente está colocando a Rússia em posição isolada no sistema internacional. A visita de Matvienko, como terceira oficial de maior ranking na Rússia, sinaliza uma aproximação do Zimbabwe com o país, o que contraria a maior parte dos países africanos. Os dois países possuem interesse um no outro: a Rússia busca aliados por estar em uma posição isolada, além do interesse pelos minerais no país africano; o Zimbabwe, por outro lado, depende do combustível oferecido pela Rússia. Além disso, na última semana, o presidente russo Vladimir Putin disse que considera o continente africano como “amigável”, e que irá se esforçar para garantir que bens escassos cheguem ao continente, o que é uma excelente notícia para o Zimbabwe.

Fonte: Voa News

África do Sul: Presidente Ramaphosa suspende procuradora pública

10/06/2022

 A promotora pública e advogada sul-africana Busisiwe Mkhwebane foi suspensa de seu cargo pelo presidente Ramaphosa, após ter confirmado que seria a mesma que daria início ao processo de investigação das supostas atividades criminosas realizadas na fazenda do presidente. Isso pois, na última semana, o ex-diretor-geral da Agência de Segurança do Estado apresentou uma declaração formal na qual acusa o presidente da África do Sul de ocultar um roubo de U$4 milhões, bem como sequestrar os principais suspeitos do roubo. Dessa forma, Ramaphosa assumiu que houve um assalto em sua fazenda, mas negou qualquer atividade criminosa relacionada à ele. Em relação à suspensão do cargo da promotora pública, é permitido pela constituição do país que o presidente possa suspender qualquer protetor público ou qualquer membro de uma instituição.

Fonte: Africanews

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.