Clipping África Oriental #23

Burundi: 29 Milhões de dólares para maior acesso à energia

02/07/2022

Por Gabriel Fausto de Lima Lobato

Burundi iniciará um projeto de investimento de 29 milhões de dólares para financiar a Fase 1 do Projeto de Acesso à Energia, voltado para o desenvolvimento do país, tendo grande dependência de biomassas para a produção de energia no país. Os principais consumidores de energia no país são regiões domiciliares, sendo 94% do consumo. Entretanto, menos de 5% da população possuí acesso à energia elétrica, sendo um acesso precário com cortes frequentes de energia. O país produz cerca de 79% da eletricidade que consome, assim evidenciando um potencial para a indústria de energia no país. Burundi é o país que possui a pegada de carbono per capita mais baixa no mundo, viabilizando a utilização de fontes de energia não renováveis, como petróleo e carvão.

Fonte: https://mercadosafricanos.com/burundi-29-milhoes-de-dolares-para-maior-acesso-a-energia/

Ruanda reabre fronteira terrestre com Uganda após bloqueio de três anos

02/07/2022

Por Gabriel Fausto de Lima Lobato

Ruanda no dia 31 de janeiro reabriu suas fronteiras com Uganda, depois de um bloqueio de três anos, evidenciando uma possível diplomacia entre os países vizinhos. A medida foi anunciada pelo governo de Ruanda após visita do filho do presidente de Uganda, o General Muhoozi Kainerugaba. Em reunião, os representantes dos dois países defenderam a necessidade da restauração das relações bilaterais entre os dois países. Ruanda havia fechado suas fronteiras em fevereiro de 2019, após um momento de tensão com Uganda, devido a acusações de Ruanda sequestrar cidadãos Ugandeses e apoiar rebeldes dentro de Uganda.

Fonte: https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/afp/2022/01/28/ruanda-reabre-fronteira-terrestre-com-uganda-apos-tres-anos.htm

Etiópia expulsa correspondente do ‘The Economist’

02/07/2022

Por Gabriel Fausto de Lima Lobato

O correspondente da revista The Economist na Etiópia, Tom Gardner, perdeu seu credenciamento de imprensa, após ser acusado de “enfoque errado” em seu trabalho, assim dando-lhe 48 horas para deixar o país. Entretanto, essa não é a primeira vez em que um correspondente é expulso do país. Em maio de 2021, o governo etíope também retirou o credenciamento do repórter Simon Marks, do jornal The New York Times.

Fonte: https://www.em.com.br/app/noticia/internacional/2022/05/16/interna_internacional,1366865/etiopia-expulsa-correspondente-do-the-economist.shtml

OMS promete apoio total à Tanzânia lança vacinação contra a poliomielite

02/07/2022

Por Gabriel Fausto de Lima Lobato

OMS em comunicado oficial disse que forneceria suporte técnico em colaboração com a UNICEF e a Inciativa Global de Erradicação de Poliomielite, auxiliando na campanha suplementar de vacinação em massa, atingindo cerca de 10 milhões de crianças menores de 5 anos. Na primeira rodada mais de 1 milhão de crianças em quatro regiões foram vacinadas, depois que o país relatou um surto do vírus. “Esta campanha é uma intervenção importante para a Tanzânia fazer com que todas as crianças elegíveis recebam as gotas da pólio”, disse Zabulon Yoti, representante da OMS na Tanzânia.

Fonte: https://english.news.cn/20220518/0814ff1c62cb4eccaa96c9188c9025ae/c.html

Etiópia expulsa correspondente do ‘The Economist’

02/07/2022

Por Gabriel Fausto de Lima Lobato

O correspondente da revista The Economist na Etiópia, Tom Gardner, perdeu seu credenciamento de imprensa, após ser acusado de “enfoque errado” em seu trabalho, assim dando-lhe 48 horas para deixar o país. Entretanto, essa não é a primeira vez em que um correspondente é expulso do país. Em maio de 2021, o governo etíope também retirou o credenciamento do repórter Simon Marks, do jornal The New York Times.

Fonte: https://www.em.com.br/app/noticia/internacional/2022/05/16/interna_internacional,1366865/etiopia-expulsa-correspondente-do-the-economist.shtml

OMS promete apoio total à Tanzânia lança vacinação contra a poliomielite

02/07/2022

Por Gabriel Fausto de Lima Lobato

OMS em comunicado oficial disse que forneceria suporte técnico em colaboração com a UNICEF e a Inciativa Global de Erradicação de Poliomielite, auxiliando na campanha suplementar de vacinação em massa, atingindo cerca de 10 milhões de crianças menores de 5 anos. Na primeira rodada mais de 1 milhão de crianças em quatro regiões foram vacinadas, depois que o país relatou um surto do vírus. “Esta campanha é uma intervenção importante para a Tanzânia fazer com que todas as crianças elegíveis recebam as gotas da pólio”, disse Zabulon Yoti, representante da OMS na Tanzânia.

Fonte: https://english.news.cn/20220518/0814ff1c62cb4eccaa96c9188c9025ae/c.html

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.