Clipping África Austral #117

Milhares na capital de Angola protestam contra alegada fraude eleitoral

 24/09/2022

Milhares de angolanos realizaram um protesto no último sábado contra uma possível eleição fraudada, que devolveu ao poder o Movimento Popular de Libertação da Angola (MPLA) após quase cinco décadas ininterruptas, afirmando que os cidadãos não se identificam com o partido, pedindo que saiam. A manifestação ocorreu na Praça da Independência, na capital do país, na qual frequentemente são realizados comícios e comemorações promovidos pelo MPLA. No entanto, a manifestação ocorreu de forma pacífica para seus opositores. Uma das principais alegações da população contra o partido é a intensa desigualdade social presente no país, sendo que muitos angolanos se tornam cada vez mais pobres e os componentes no governo cada vez mais ricos, perante o MPLA no poder. A União Nacional para Independência Total de Angola (UNITA), um dos principais partidos opositores, vem lutando contra o MPLA há décadas, e após uma fraude eleitoral identificada por eles, decidiu enviar uma queixa ao Tribunal Constitucional de Angola, que a rejeitou.

Fonte: Reuters

Na Assembleia Geral, Angola pede mais representatividade para nações Africanas

Imagem 1: Maria de Jesus Ferreira, discursa no debate geral da 77a sessão da Assembleia Geral

Fonte: UN Photo/Manuel Elias

26/09/2022

No último dia do Debate Geral da 77ª sessão da Assembleia Geral, a embaixadora de Angola na ONU, Maria de Jesus Ferreira, falou em nome do presidente angolano, João Lourenço, que não pôde vir ao encontro por estar em “processo de posse” após as eleições de agosto. Assim, a embaixadora do país, pediu o fim do embargo de armas sobre a República Centro-Africana e o término de restrições contra Cuba, Zimbábue e Venezuela. Ademais, a Angola renovou compromisso com paz e solicitou mais reformas na ONU para aumentar representatividade. Maria de Jesus Ferreira afirmou que a Angola está comprometida com a defesa do multilateralismo e quer contribuir “efetivamente para a busca de soluções de consenso na resolução de crises políticas, econômicas, sociais e culturais”.

Fonte: Nações Unidas

Invictus Energy inicia perfuração do primeiro poço de exploração no Zimbábue

26/09/2022

A empresa australiana Invictus Energy iniciou a perfuração de um dos dois poços de petróleo no norte do Zimbábue, apontado como um dos maiores projetos de perfuração para exploração de petróleo e gás do ano de 2022. O primeiro poço começou a ser perfurado na última sexta-feira, estimando-se que durará de 50 a 60 dias e custará um investimento de aproximadamente 16 milhões de dólares. Além disso, no último mês a Invictus Energy levantou uma quantia de aproximadamente 17 milhões de dólares adicionais, vindos da iniciativa privada.

Fonte: Reuters

Emirates aumenta frequência de voos para a África do Sul

26/09/2022 

A companhia aérea Emirates, divulgou a expansão de novas oportunidades de viagem para a África do Sul, com serviços adicionais para Joanesburgo, Cidade do Cabo e Durban. A relevância se introduz na medida em que, o aumento dos voos faz parte do compromisso da companhia aérea de apoiar a recuperação econômica e turística da África do Sul, por meio de conectividade aprimorada em todos os seus gateways. Dessa forma, o movimento da companhia corrobora com a reafirmação da importância estratégica da África do Sul em sua rede, pois prioriza a expansão do serviço e a reconstrução de sua capacidade, para desenvolver o potencial de crescimento e incentivar o turismo, importante pilar econômico da região.

Fonte: R7

Angola e Brasil reforçam cooperação no setor de hidrocarbonetos

Imagem 2: ANPG e ANP assinam acordo de cooperação

Fonte: Angop

28/09/2022

Nesta quarta-feira, dia 03 de outubro, em Luanda – A Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANPG) e a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis do Brasil (ANP) assinaram, esta quarta-feira, no Rio de Janeiro, um acordo de cooperação para programas de regulação e fiscalização de atividades de exploração, desenvolvimento e produção. Segundo nota da ANGP a que a ANGOP teve acesso, a assinatura aconteceu durante a Conferência Rio Oil & Gás que se realizou no Rio de Janeiro. A cooperação, objeto do acordo, será realizada por meio do intercâmbio periódico de informação e experiências, da realização de estudos e investigação conjunta, bem como da formação e capacitação de recursos humanos. Angola e Brasil mantêm relações diplomáticas e políticas desde a independência de Angola e, no âmbito da parceria estratégica, existem 70 projetos de cooperação.

Fonte: Angop

Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.