Clipping África Austral #38

África do Sul reúne pessoas em situação de rua em estádio de futebol: aqui também coronavírus divide ricos e pobres.

Data: 02/04/2020

Para além das consequências econômicas, o novo COVID-19 vem afetando a esfera social dos países que lidam com o surto. No caso sul africano, as desigualdades foram acentuadas, de modo que os cidadãos financeiramente privilegiados são aqueles que podem se dar o luxo de pôr em prática o isolamento social. Isso ocorre em razão de que a parcela mais pobre da população é aglomerada em abrigos durante o período da quarentena. As pessoas em situação de rua foram levadas pelo exército até um estádio de futebol em Pretória, onde são acomodadas em tendas.

Fonte: CNN

Presidente do Malawi corta 10% de seu salário para combater Covid-19

Data: 05/04/2020

Para reduzir o impacto na economia que a pandemia de Covid-19 pode causar em Malawi, o presidente Peter Mutharika assinou uma série de medidas como benefícios fiscais e a redução do preço de combustível. Ademais, ressalta-se o corte de 10% do salário do próprio chefe de Estado e de seu gabinete como auxílio.

Fonte: Público

Caçadores matam mais rinocerontes devido à redução do turismo na África pelo coronavírus

Data: 08/04/2020

O número de ataques a rinocerontes na África do Sul se intensificou na mesma proporção da redução da presença de turistas na região do norte do país. Os caçadores se aproveitam da situação, de modo que a organização não-governamental Rhino 911 recebe denúncias todos os dias de violência contra os animais. Esse cenário faz com que especialistas indiquem que, não só os seres humanos, mas também a vida selvagem será afetada pela pandemia, tendo em vista que o turismo, indústria que movimenta aproximadamente 40 bilhões de dólares, é o principal financiador das organizações de conservação animal.

Fonte: New York Times

Estado Islâmico reivindica ataques no norte de Moçambique

Data: 08/04/2020

O grupo jihadista Estado Islâmico (EI) reivindicou ataques armados ocorridos no distrito de Muidumbe, ao norte de Moçambique, na segunda (06) e terça-feira (07). Numa mensagem divulgada pelos seus canais de comunicação, o EI alega que foram de sua autoria os ataques ao posto do exército moçambicano em Muidumbe, envolvendo a morte e o ferimento de vários indivíduos. Além disso, foram apreendidas armas e munições e uma igreja foi incendiada. Os residentes na região afirmam que houve uma fuga generalizada dos habitantes após o ocorrido.

Fonte: RTP

Covid-19: Angola espera a chegada de 244 médicos cubanos para ajudar no enfrentamento da pandemia

Data: 09/04/2020

As autoridades angolanas, como medida no combate ao covid-19, optaram por trazer especialistas cubanos para ajudar nos hospitais do país. De acordo com a ministra Sílvia Lutucuta, os médicos cubanos serão distribuídos entre 164 municípios de Angola, e “não vão ficar apenas nos hospitais de referência”. De um total de 19 infectados pelo Covid-19, já se somam em 2 o número de óbitos em decorrência da infecção e, dentre eles, 2 recuperações. Além disso, foi aprovada com unanimidade pela Assembleia Nacional da Angola a renovação do Estado de Emergência para mais 15 dias a partir do dia 11 de abril em face do avanço da pandemia

Fonte: África 21 Digital

Safáris virtuais mostram animais mais corajosos devido à quarentena na África do Sul.

Data: 09/04/2020

Tendo em vista o decreto de quarentena do governo sul africano, os safáris que reuniam turistas internacionais passaram a ser feitos virtualmente por meio de um serviço de streaming. Em razão da redução drástica da presença humana na savana, os animais se sentem mais livres para viver em seu habitat natural.

Fonte: África News

Anistia Internacional denuncia violação de direitos humanos em Angola

Data: 09/04/2020

Segundo relatório publicado pela Anistia Internacional (AI) na terça-feira (08) sobre direitos humanos na África, apesar de avanços, a Angola ainda apresenta casos graves de violação no que se refere à liberdade de expressão, combates a grupos armados e execuções sumárias. De acordo com o documento, as disputas de terreno são uma ameaça à sobrevivência das comunidades rurais e as forças policiais e de segurança angolanas continuam a fazer prisões e detenções arbitrárias em situações de manifestações pacíficas. Foi também relatado que nas minas de diamantes, “assassinatos extrajudiciais” continuam sendo recorrentes em províncias ao leste de Angola. A organização salienta que, apesar de alguns desenvolvimentos positivos terem ocorrido, como a despenalização da homossexualidade e absolvição de jornalistas, os desafios referentes aos direitos humanos no país permanecem.

Anistia Internacional denuncia violação de direitos humanos em Angola

Data: 09/04/2020

Segundo relatório publicado pela Anistia Internacional (AI) na terça-feira (08) sobre direitos humanos na África, apesar de avanços, a Angola ainda apresenta casos graves de violação no que se refere à liberdade de expressão, combates a grupos armados e execuções sumárias. De acordo com o documento, as disputas de terreno são uma ameaça à sobrevivência das comunidades rurais e as forças policiais e de segurança angolanas continuam a fazer prisões e detenções arbitrárias em situações de manifestações pacíficas. Foi também relatado que nas minas de diamantes, “assassinatos extrajudiciais” continuam sendo recorrentes em províncias ao leste de Angola. A organização salienta que, apesar de alguns desenvolvimentos positivos terem ocorrido, como a despenalização da homossexualidade e absolvição de jornalistas, os desafios referentes aos direitos humanos no país permanecem. Fonte: Deutsche Welle

Fonte: Deutsche Welle

As últimas mortes por COVID-19 na África do Sul por província.

Data: 10/04/2020

Zweli Mkhize, ministro de saúde da África do Sul, realizou uma coletiva de imprensa para falar sobre o COVID-19 e anunciou que os casos de coronavírus em seu país passaram de 2.000 e que o número de mortos pela pandemia também aumentou. Na província de Gauteng houve três mortes, em Cabo Ocidental foram seis mortos, em KwaZulu-Natal teve doze mortes e outras três no Estado Livre.

Fonte: The South African

Covid-19 afeta empresas em Moçambique

Data: 10/04/2020

Cerca de 217 empresas moçambicanas já comunicaram ao governo que estão com prejuízos e, dentre elas, 187 suspenderam os contratos de trabalhos, enquanto outras declararam férias coletivas, regime rotativo e outros. Já há muitos trabalhadores em casa ou demitidos e o Estado de Moçambique prevê que o número aumente na medida em que o vírus espalha pelo país.

Fonte: RFI

Presidente do Madagascar diz conhecer remédio à base de plantas capaz de curar o Covid-19

Data: 10/04/2020

Em uma entrevista, o presidente Andry Rajoelina afirmou encontrar um remédio à base de uma planta capaz de curar completamente o coronavírus. Cientistas de outros países já garantiram a participação na pesquisa e esperam ter sucesso nessa busca.

Fonte: Jornal de Angola

Gabinete do presidente da África do Sul doa salários para fundo de solidariedade do coronavírus

Data: 10/04/2020

Tendo em vista o surto eminente do COVID-19, o poder executivo sul-africano decidiu doar um terço de suas remunerações para o fundo dedicado ao tratamento da doença. O país permanece sendo o mais afetado do continente africano, contando com duas mil confirmações. Em resposta, o presidente determinou o aumento da quarentena em mais duas semanas.

Fonte: África News

Equipe da Air Zimbabwe são mandados para férias não remuneradas

Data: 10/04/2020

A linha aérea do Zimbabwe determinou que uma parcela de sua equipe será mandada em férias não remuneradas, tendo em vista o fechamento de fronteiras ao redor do mundo, medida que prejudicou a pequena companhia que conta somente com um avião em sua frota.

Fonte: BBC


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.