Clipping Grandes Lagos #57

home07pix

Por que uma parte considerável dos casos de covid em Uganda, são de caminhoneiros?

01/06/2020

Em Uganda, está ocorrendo um fato interessante, em que a maioria dos contaminados por covid-19 são caminhoneiros ou foram infectados pelo os mesmos. Até o momento, o país registrou um total de 413 casos, sendo 174, somente de caminhoneiros. De acordo com Byron Kinene, presidente da Associação Regional de Motoristas e Transportadores de Caminhões, um dos principais motivos para esse aumento de casos de caminhoneiros, é devido a troca física de documentos que ocorre nas alfândegas nos pontos de fronteira. Além disso, se aconselhou que devido o fluxo de caminhoneiros, que fossem realizados testes de covid nas fronteiras, entretanto, não é a realidade que se encontra. Entretanto, o resultado dos testes estava passando dos prazos, causando revoltas entre caminhoneiros que começaram manifestações sociais. A associação de motorista quer que o governo reveja essa condição de teste de covid e está solicitando, que os motoristas possam se locomover sem o teste, entretanto com monitoramento constante

Fonte: Daily Monitor

 

25 mulheres empreendedoras foram selecionadas para a BK Urumuri 4th Edition

02/06/2020

25 mulheres empreendedoras foram selecionadas de 130 candidatos para a BK Urumuri deste ano. Elas receberão um programa de aceleração de negócios por seis meses, incluindo treinamentos e consultorias. As selecionadas trabalham em áreas como: manufatura leve, agronegócios, moda, hotelaria/turismo, publicidade e propagando e entre outras áreas. O BK Urumuri é uma iniciativa de desenvolvimento de negócios e inovação em Ruanda e esse ano vai ser realizado online devido a pandemia. Este ano, a BK está focada no poder econômico feminino, e o papel relevante que as mesmas possuem, mesmo não sendo muito valorizadas, então o objetivo da BK é valorizar esse trabalho. Incentivando, inclusive, mulheres se recuperarem economicamente, devido a crise que ocorreu por conta do covid 19. Sendo uma iniciativa, de um dos maiores bancos comerciais de Ruanda. 

Fonte: The New Times

 

A situação que as mulheres de Kigaramango, em Burundi, passam devido o seu ciclo menstrual 

29/05/2020

As mulheres que vivem em uma vila de Kigaramango realizam um questionamento em relação ao acesso que das mesmas a absorventes e higiene íntima. Elas afirmam, que desde que tiveram que deixar suas casas após as inundações que atingiram a área de Gatumba em maio, e que deixaram, inclusive, de ir para a escola durante seu período menstrual. Devido essa precariedade, as mesmas são obrigadas a usar materiais que podem causar infecção.  Um relatório produzido pela SACODE em 2019 afirma que mais de 540.000 jovens estudantes não possuem acesso a absorvente.

Fonte: IWACU news

 

Presidente da Organização OLUCOME, afirma estar preocupado com a falta de respeito com as medidas preventivas da covid 19 em Burundi

03/06/2020

Gabriel Rufyri, presidente da organização OLUCOME, afirma está preocupado com o desrespeito de muitos da população em relação às medidas preventivas contra o coronavírus. Ele diz, que em muitos lugares do país, medidas simples como lavar a mão e o distanciamento social não estão mais sendo respeitadas. Rufyri, lamenta que os números de casos no país esteja aumentando e ainda critica o fato do governo não está ajudando a comunidade através de auxílios. Até o dia 31 de maio, o país registrava 63 casos de covid 19. A organização OLUCOME, é um observatório anticorrupção e de Imperícia Econômica, sendo um grupo independente, sem controle governamental. Esse grupo tenta apresentar os problemas do governo de Burundi. 

Fonte: IWACU news

 


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.