Clipping África Austral #48

Reunião virtual da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral

Data: 17/08/2020

No dia 17 de agosto de 2020, ocorreu, em uma reunião virtual, a 40ª cúpula da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), uma organização intergovernamental criada em 1992 para fomentar a cooperação e integração dos países da África Austral. De acordo com comunicado oficial da cúpula dos Chefes de Estado e de Governo da organização, foi eleito o novo presidente da SADC, o Sr. Filipe Jacinto Nyusi, de Moçambique, e apresentado um relatório sobre os impactos socioeconômicos do COVID-19 sobre os países da região, seguido da aprovação de medidas para recuperar os setores afetados. Além da apresentação de outros relatórios e aprovação de acordos sobre questões relativas à estabilidade política, segurança e combate ao terrorismo, a cúpula reiterou a necessidade de execução do Protocolo da SADC sobre Gênero e adoção de medidas para aumentar a representatividade das mulheres nos cargos políticos.

Fonte: South Africa Development Community

O aumento da violência extremista em Moçambique

Data: 23/08/2020

Enquanto Moçambique é vítima de uma crescente onda de violência e radicalização islâmica, analistas internacionais e professores indicam fatores estruturais que estariam impactando o país. Em oposição à postura do governo moçambicano de que a violência, que já deixou mais de mil mortos e 250 mil desabrigados, seria oriunda de grupos islâmicos extremistas, especialistas demonstram que fatores sociais estruturais domésticos são a verdadeira raiz do problema. 

Fonte: The South African

Grande Incêndio na Mesquita histórica de Durban, na África do Sul

Data: 24/08/2010

No dia 25 de agosto, a mesquita localizada no centro de Durban, cidade portuária da África do Sul, foi encontrada em chamas nas primeiras horas da manhã. A mesquita de 132 anos é um edifício único, construído para suprir as necessidades da comunidade por meio do comércio, da locação do espaço e da espiritualidade. A religião muçulmana não é a religião predominante no Estado, porém, acredita-se que a causa do incêndio foi acidental.

Fonte: Al Jazeera

Incêndio ao Canal de Moçambique: “Atentado à liberdade de imprensa”

Data: 24/08/2020

No domingo (23/08), um incêndio tomou conta dos escritórios do jornal Canal de Moçambique, em Maputo, e foi visto pelo Sindicato Nacional de Jornalistas moçambicanos como um atentado à liberdade de imprensa no país. O editor-executivo do jornal afirmou que, após terem arrombado a porta, os autores do incêndio introduziram bombas artesanais e recipientes de combustíveis no local, caracterizando o incidente como um ato criminoso. O Sindicato Nacional afirmou que este não é o primeiro ato de intimidação a jornalistas no país nos últimos tempos e exigiu uma investigação sobre o ocorrido. O jornal Canal de Moçambique vai temporariamente funcionar embaixo de uma tenda improvisada no pátio do prédio onde estão localizados. 

Fonte: Deutsche Welle

Diamante de 442 quilates avaliado em R$ 100 milhões é encontrado no Lesoto

Data: 24/08/2020

Um diamante de 442 quilates foi encontrado pela empresa Gem Diamonds no Lesoto, na mina Letseng. O chefe da empresa descreveu o acontecimento como “um dos maiores diamantes do mundo a ser recuperado este ano”, uma vez que a pedra tem o tamanho de uma bola de tênis e é avaliada em US$ 18 milhões — aproximadamente R$ 100 milhões. O diamante deverá ser vendido na Bélgica e, como a empresa Gem Diamonds é parceira do governo local, uma parte do valor arrecadado irá para um projeto comunitário no Lesoto.

Fonte: UOL Notícias

Governo do Lesoto se declara comprometido com reformas na 40ª cúpula da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral

Data: 26/08/2020

Em relatório enviado à 40ª cúpula da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral, o primeiro ministro do Lesoto, Moeketsi Majoro, disse que o governo está comprometido a implementar as reformas multissetoriais propostas pela organização. As reformas constitucionais e de segurança, recomendadas pela organização, em 2016, foram paralisadas em função da crise política no país, que não permitiu a implementação até seu prazo, em maio de 2019. Em dezembro do mesmo ano, o governo iniciou a realização das medidas com a aprovação do Projeto de Lei de Reformas Nacionais, e, em fevereiro deste ano, inaugurou a Autoridade Nacional de Reformas para implementar as medidas para o fortalecimento político, jurídico e de segurança no país. O primeiro ministro ainda relatou à cúpula que há estabilidade política no país, o que possibilitou a transição do poder do ex-primeiro-ministro, Thomas Thabane para ele, além de tranquilidade entre os órgãos de segurança do país na luta contra o Covid-19.

Fonte: Lesotho News

Forças de segurança angolanas acusadas de assassinar adolescentes por não usarem máscaras

Data: 26/08/2020

De acordo com uma denúncia feita pela Anistia Internacional em conjunto com a organização angolana Omunga, pelo menos 7 jovens foram assassinados pelas forças de segurança responsáveis por fazer cumprir as restrições ligadas à pandemia de Covid-19 em Angola. As organizações acreditam que o número de mortes pode ter sido ainda maior, e que os jovens teriam sido baleados por não estarem usando máscaras.

Fonte: Correio da Manhã

Novo líder da juventude angolana promete mudanças

Data: 27/08/2020

A juventude angolana tem como principais empecilhos a serem solucionados o desemprego, acesso à educação e moradia. A gestão anterior foi responsável pelo não apaziguamento dessas questões, sendo ela acusada de não apresentar as contas do conselho. Porém, nesta quinta (27), Isaías Calunga foi eleito como novo presidente do Conselho Nacional de Juventude de Angola e promete a solução desses problemas, afirmando que sua gestão será de “paz, unidade e reconciliação”, com finalidade de atender não apenas as expectativas dos jovens, mas de toda a sociedade angolana.

Fonte: Deutsche Welle

Mais de 4.000 mineiros moçambicanos saíram da África do Sul em março

Data: 27/08/2020

De acordo com o porta voz da organização patronal sul-africana, dos 4.111 mineiros moçambicanos que deixaram o país devido a pandemia, apenas 1.131 retornaram as minas de ouro e platina na África do Sul. A indústria extrativa e de mineração sul-africana emprega mais de 400.000 mineiros de várias regiões da África Austral, dentre os quais, cerca de 20.000 são de Moçambique. O Conselho  de Minerais da África do Sul indicou que o setor está a articular a volta dos mineiros ao país com vários ministérios governamentais. Essa medida pode ir de encontro com o fato do Estado sul-africano ser o país mais afetado pela pandemia do Covid-19 do continente africano, somando cerca de 13.502 mortos até o momento, sendo que entre os mortos estão 140 mineiros de nacionalidades ainda desconhecia.

Fonte: África 21 Digital

Covid-19: Angola com 83 novos infectados, dois óbitos e 29 recuperados

Data: 27/08/2020

Até 27/08, foi registrado na Angola 83 pessoas com coronavírus, 29 que se recuperaram e dois óbitos. Dos novos infectados, 60 são homens e 23 mulheres, com a faixa etária entre quatro e 83 anos. Com essa atualização, o país soma 2.415 casos confirmados de coronavírus, 975 recuperados e 105 óbitos.

Fonte: Angola Press


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.