Clipping Cone Sul #45

Desempenho da economia argentina durante a pandemia

04/09/2020

Sexta-feira (4/9/2020), o Banco Central da Argentina divulgou a previsão de contração de 12% na economia em 2020. O número apresenta melhora em relação ao trimestre anterior que apresentou queda de 16,6% do Produto Interno Bruto. A economista Laura Carvalho já havia avaliado que a boa condução da pandemia poderia promover uma recuperação mais rápida da economia. Esse parece ser o caso da Argentina que, apesar da contração nos primeiros trimestres, apresenta expectativas otimistas para retomada do crescimento, demonstrando que a crise provocada pelo coronavírus é passageira. Nessa semana (4/9/2020), o governo Alberto Fernández também reestruturou mais US$41,7 bilhões de título da dívida local, alcançando a reestruturação de 99% da dívida elegível. Em consequência disso, a Argentina resolve os encargos da dívida para esse ano.

Fontes: https://www.reuters.com/article/us-argentina-economy-poll/argentinas-gdp-to-fall-12-in-2020-due-to-covid-19-central-bank-poll-says-idUSKBN25W00J 

https://g1.globo.com/economia/noticia/2020/09/04/argentina-reestrutura-us-417-bilhoes-em-titulos-de-divida-local.ghtml

http://g1.globo.com/economia/videos/t/todos-os-videos/v/laura-carvalho-nao-ha-recuperacao-economica-possivel-sem-reducao-das-mortes/8780675/

Ação do Exército na Amazônia é questionada no STF e reabre tensão da Corte com militares do Governo

07/09/2020

No que tange o atual cenário brasileiro, a atuação governamental para coibir queimadas e delitos ambientais na Amazônia tem sido alvo de acusações na Suprema Corte por parte de políticos com tendências ambientalistas. Nesse contexto, o Partido Verde questionou a ação dos militares das operações conduzidas pelo vice-presidente do Brasil, Hamilton Mourão, na floresta amazônica e pediu a suspensão dos atos normativos do Exército na região, alegando que o Governo pode ter agentes que favorecem desmatadores a partir de informações de cunho confidencial.

A legalidade da ação dos militares foi questionada no dia 30 de agosto e, na quinta-feira, 3, a ministra do Supremo Carmen Lúcia se posicionou a favor da investigação dos dispositivos legais questionados. O posicionamento da ministra aumentou o foco de tensão entre políticos aliados de Bolsonaro e a oposição, insatisfeita com a gestão realizada pelo atual presidente. Com o aumento do desmatamento e crimes ambientais nos biomas brasileiros, as reações acerca da condução das políticas ambientais nacionais têm tido alcance internacional, ao passo que o país se vê diante da ameaça de redução de investimento externo e críticas de ambientalistas de todo o mundo.

Fonte: https://brasil.elpais.com/brasil/2020-09-05/acao-do-exercito-na-amazonia-e-questionada-no-stf-e-reabre-tensao-da-corte-com-militares-do-governo.html


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.