Clipping Cone Sul #53

Maioria esmagadora dos chilenos vota por enterrar a Constituição de Pinochet

26/10/2020

Um ano após a explosão de protestos intensos e violentos da população Chilena, o povo demonstrou aceitação na proposta das instituições políticas de iniciar um caminho constituinte para canalizar este descontentamento. O plebiscito realizado para decidir se o país continuaria sendo conduzido a partir da Constituição do ditador Augusto Pinochet, ou se uma nova carta seria redigida, teve grande adesão popular. Os primeiros resultados oficiais (com 90% das urnas apuradas) mostraram a vitória daqueles que são favoráveis à um novo documento, que somaram 78% dos votos, contra 22% dos que desejam mantê-la como está.

Além disso, 79% das pessoas votaram a favor da composição de um organismo responsável pela redação da convenção constitucional, formado por 155 pessoas que serão eleitas no próximo mês de abril e terá um caráter paritário entre homens e mulheres. Os 21% restantes votaram por uma convenção mista, que seria composta por 172 membros, entre cidadãos e parlamentares. Agora, inicia-se a batalha política chilena relativa à eleição dos 155 convencionais no próximo dia 11 de abril.

A alta participação no plebiscito contraria a tendência das últimas eleições, que tiveram baixíssima participação popular desde que o voto se tornou voluntário. Juntamente à Colômbia, o Chile alcançou, nos últimos anos, recordes regionais de abstenção em eleições. Ademais, o movimento chileno não é caracterizado por uma liderança por instituições clássicas, como partidos e sindicados, o que demonstra que essa vitória foi protagonizada pelos cidadãos.

Fonte: https://brasil.elpais.com/internacional/2020-10-26/maioria-esmagadora-dos-chilenos-vota-por-enterrar-a-constituicao-de-pinochet.html

Ex-presidente do Uruguai, Mujica deixa a política após renunciar ao Senado

20/10/2020

Em sessão histórica do Congresso uruguaio, dois ex-presidentes do país se aposentaram da política. José Mujica foi deputado e ministro, além de presidente entre os anos de 2010-2015. Foi o responsável por reformas liberais, como regulação da maconha, descriminalização do aborto e reconhecimento do casamento entre pessoas do mesmo sexo. Mujica deixa seu cargo de senador motivado pela preservação de sua saúde contra o coronavírus.Outro ex-presidente que também decidiu se afastar de seu mandato como senador foi o, histórico opositor partidário de Mujica, Julio María Sanguinetti, que já atuou como deputado e ministro. Sanguineti exerceu o cargo de presidente duas vezes, 1985-1990 e 1995-2000, sendo no primeiro mandato o primeiro presidente democrático pós ditadura militar uruguaia

Fonte: https://lta.reuters.com/article/idLTAKBN27525K-OUSLT

Covid- 19 no Brasil: precariedade dos mais pobres é uma das causas das taxas de mortalidade elevadas

26/10/2020

A reportagem aborda o fato de que em São Paulo, por exemplo, a maior parte dos adultos já foram contagiados pelo corona vírus, porém, dentro dessa população, a maioria é composta de pessoas de classes sociais mais baixas, e principalmente de negros. E é essa parte da população, a mais afetada, que também é a mais discriminada ao buscar cuidados médicos. No Rio de Janeiro, a população de bairros mais pobres é duas vezes mais afetada pelo corona vírus em comparação aos demais bairros.

A reportagem ressalta as condições precárias relacionadas á saúde nas regiões periféricas das cidades brasileiras, tendo em vista que leitos de hospitais sempre faltaram, muitas vezes não há acesso a tratamento de esgoto e os moradores podem sofrer de insegurança alimentar, o que torna ainda mais difícil a prevenção contra doenças.

Outro fato extremamente importante diz respeito aos trabalhadores de serviços essenciais serem em sua maioria de zonas periféricas, e geralmente de maneiras informais ou como autônomos. Serviços muito requeridos durante a pandemia, como motoboys, por exemplo, são geralmente feitos pela população de bairros mais pobres.

Fonte: https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/rfi/2020/10/26/covid-19-no-brasil-precariedade-dos-mais-pobres-e-uma-das-causas-das-taxas-de-mortalidade-elevadas.htm


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.