Texto de Caracterização África Ocidental: Serra Leoa

Mariana Mendes Azevedo Reis.

Localização

A Serra Leoa é um Estado da África Ocidental que se localiza na costa oeste do continente africano, banhada ao sudoeste pelo Oceano Atlântico. O Estado é dividido em 4 províncias principais, sendo elas: Oeste, Norte, Leste e Sul, com um total de 12 distritos. Faz fronteira com a Guiné ao norte e nordeste, e com a Libéria ao leste e sudeste. Sua capital é Freetown, e o país possui um território de 71.740 km², com população de 7,65 milhões de habitantes segundo o Banco Mundial em 2018 (Wikipédia).

Britannica Escola.

Caracterização Física

O território de Serra Leoa conta com um cinturão costeiro de aproximadamente 70 milhas de terras baixas e com um planalto que se eleva de 4.000 a 6.000 pés perto da fronteira oriental, no qual há uma rica região de florestas. Sua capital, Freetown, se encontra em uma península na área ocidental do país, e lá está o seu maior centro comercial. Em um dos poucos lugares da África Ocidental em que há uma área montanhosa de até 300 pés acima do nível do mar, se elevando perto da região costeira, se encontra uma floresta verde que desce pelas encostas das montanhas até encontrar as praias de areia branca que ficam ao longo do Oceano Atlântico (VSL TRAVEL). Muitos rios correm através de Serra Leoa, geralmente do sentido norte-sul, em direção ao oceano Atlântico. As várzeas desses rios têm solo fértil para a agricultura (Britannica Escola).

Serra Leoa está em uma zona de clima tropical, com duas estações definidas. As secas de novembro a abril e a época chuvosa de maio a outubro, com um ambiente diversificado variando de savana para florestas tropicais. Nos meses de dezembro a fevereiro, é comum a ocorrência do fenômeno harmatã, que são ventos muitos secos que chegam do Saara juntamente com uma névoa de poeira (VSL TRAVEL).

Vila na praia na península da região Oeste de Serra Leoa. Fonte: nationsonline.org

Caracterização histórica cultural

Há, em Serra Leoa, 16 grupos étnicos, cada um tendo sua língua nativa e muitas vezes sua própria identidade religiosa. Alguns dos grupos étnicos que podem ser encontrados no país são: Mende; Temne; Limba; Loko; Fula; Mandingo; Krio; Sherbro; Kuranko; Kono; Susu; Kissi; Yalunka; Vai e Kru. Entre estes, o grupo étnico Mende é o maior, representando 32,2% da população de Serra Leoa, tratando-se em sua grande maioria de mulçumanos (WIKIPEDIA).

O grupo Mende pode ser encontrado nas Províncias do Sul e do Leste e, ao Norte, logo após os Mende em maior quantidade, pode-se encontrar o grupo étnico Temne. O terceiro maior grupo é o Limba, que também se encontra na Província do Norte. Na área ocidental, incluindo a capital, há uma população mais mista, mas é basicamente o lar dos Krio (VSL TRAVEL). As principais línguas faladas no país são: o Inglês (língua oficial) o Inglês crioulo, o Mende, o Temne.

As religiões mais praticadas são o Islamismo (78% da população) e o Cristianismo (21% da população) (NATIONSONLINE).

O nome do país data de 1462, quando um explorador português navegou pela costa oeste do continente e propôs o nome Serra Leoa, entretanto, há controvérsias se foi devido as regiões costeiras parecer ter o formato de dentes de leão, ou as tempestades sobre a península, que pareciam o rugido de um leão (VSL TRAVEL). Quanto a capital, antes da chegada dos europeus, ela tinha o nome de “Romarong”, que significa o lugar dos lamentadores, e o qual surgiu devido aos sons e gritos constantes de vítimas de tempestades e desastres nas correntes cruzadas na foz do Rio Serra Leoa. Porém, após a chegada de filantropos britânicos, foi fundada em 1787, a “Província da Liberdade”, que mais tarde recebeu o nome de Freetown, uma colônia da coroa britânica e a principal base para a repressão do comércio de escravos (VSL TRAVEL).

Portanto, no final do século 18 e início do século 19, a região ao redor de Freetown foi usada pelos britânicos para “reassentar” escravos libertos, os “Black Poor” de Londres e vários refugiados afro-americanos da Revolução Americana. Somente em 1961, após 153 anos sendo colônia da Coroa Britânica, a região conquistou sua independência (NATIONSONLINE).

Serra Leoa sob domínio colonial. Fonte: British Online Archives.

Guerra Civil (1991 – 2002)

Em 23 de março de 1991 teve início a guerra mais sangrenta de Serra Leoa, que resultou em mais de 50.000 mortes e meio milhão de pessoas deslocadas, em uma nação de 4 milhões de habitantes na época, durando até 18 de janeiro de 2002. O conflito teve início quando a Frente Revolucionária Unida (RUF, em inglês), liderada por Foday Sankoh, e com o apoio de Charles Taylor — o líder rebelde da Frente Patriótica Nacional da Libéria (NFPL, em inglês), tentou derrubar o então governo de Serra Leoa, que tinha como presidente, Joseph Momah, do partido político All People’s Congress (Congresso de Todas as Pessoas) (BLACK PAST, 2017).

No início da guerra, de 1991 até 1993, o RUF tomou o controle do território de diamantes na parte oriental e meridional do país, depondo o presidente Momah em 1992 através de um golpe militar (BLACK PAST, 2017). Devido a isso, foi necessária a intervenção do Grupo de Monitoramento da Comunidade Econômica dos Estados da África Ocidental (ECOMOG, em inglês), que mandaram tropas nigerianas para a capital Freetown, com a intenção de ajudar as tropas serra-leonenses a recapturar o distrito de diamantes e expulsar o RUF da região (BLACK PAST, 2017). Apesar da intervenção ter sido bem sucedida, levando o RUF a cessar a maioria de suas operações militares, a guerra que parecia ter chegado a um fim tomou implicações internacionais, uma vez que, o ECOMOG, a Grã-Bretanha, Guiné e os Estados Unidos haviam dado apoio a Serra Leoa, e a Libéria, Líbia e Burkina Faso deram apoio ao RUF (BLACK PAST, 2017).

Em 1995, após o governo de Serra Leoa contratar um grupo de mercenários para derrotar o RUF, foi assinado o Acordo de Paz de Abidjan, dando fim ao conflito e se instalando um governo civil eleito em março de 1996 (BLACK PAST, 2017). O que parecia ser o fim dos conflitos no país, em 1997, um grupo de oficiais do exército deram um golpe e estabeleceram o Conselho Revolucionário das Forças Armadas (AFRC, em inglês), convidando a RUF a se juntar a eles e governar a capital (BLACK PAST, 2017).

 Com uma série de saques, estupros e assassinatos acontecendo sob o comando do novo governo, foi necessário novamente que a ECOMOG intervir-se no país, conseguindo libertar Freetown, mas sendo incapaz de pacificar as regiões remotas do território serra-leonense (BLACK PAST, 2017). A comunidade internacional chegou a criar um acordo de paz, porém, não foi seguido pelo líder do RUF, Foday Sankoh (BLACK PAST, 2017). Somente em 2002, com a ajuda das Nações Unidas, das tropas britânicas e do apoio aéreo da Guiné, o exército de Serra Leoa, finalmente, conseguiu derrotar o RUF. Novas eleições ocorreram no mesmo ano, e o presidente Ahmad Tejan Kabbah foi reeleito com 70% dos votos, e o seu partido, Sierra Leone People’s Party, conseguiu a maioria dos assentos no parlamento (BLACK PAST, 2017).

Serra Leoa: Independência e conflitos internos: A Guerra Civil
Crianças foram utilizadas como soldados nos
conflitos da Guerra Civil (1991-2002). Fonte: Navegolândia

Caracterização Política

Em Serra Leoa, o presidente é eleito por meio de voto popular por até dois mandatos que podem durar até cinco anos cada. Em 2018, nas últimas eleições, o candidato a presidente Julius Maada Bio, do Partido do Povo de Serra Leoa (SLPP, em inglês), derrotou seu oponente, Samura Kamara do atual Congresso de Todas as Pessoas (APC, em inglês), com quase 52% dos votos no segundo turno (FREEDOM HOUSE). Apesar de haver alegações de violência e intimidação de eleitores durante o período de campanha, os observadores internacionais elogiaram a Comissão Eleitoral Nacional (NEC) e determinaram as eleições como credíveis.

O SLPP e o APC são os dois partidos principais do país, mas houve outros 17 partidos oficialmente registrados durante as eleições de 2018. Entretanto, mesmo que seja permitida a organização de diferentes partidos políticos, os partidos menores e líderes da oposição, segundo o FREEDOM HOUSE, sofrem intimidação e perseguição por parte dos partidos maiores. Além disso, os tramites e custos para a entrada de novos candidatos dificultam a oposição eleitoral e política, dando uma vantagem para partidos maiores e com mais recursos (FREEDOM HOUSE).

O ano de 2018 marcou a segunda transferência pacífica de poder entre partidos rivais desde o fim da guerra civil de 2002, uma vez que o APC havia vencido as duas eleições anteriores, em 2007 e 2012. Em 2018, o partido vencedor foi o SLPP. Ademais, as minorias étnicas e religiosas normalmente têm o direito de participar e desfrutar de direitos políticos e com oportunidades eleitorais, no entanto, ainda há uma barreira para a participação de mulheres na sociedade e sua atuação na política, tendo apenas 18 mulheres ocupando assentos dos 146 no parlamento em 2019 (FREEDOM HOUSE).

Indicadores de Índice de Desenvolvimento Humano no país

Com uma população de 7 milhões de habitantes, a maioria dos serra-leonenses são jovens que vivem em áreas rurais. Apenas 42% da população vive em áreas urbanas (UNITED NATIONS DEVELOPMENT PROGRAMME). Atualmente, apesar de lento, há crescimento no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do país, porém ainda muito baixo, apresentando defasagem nas áreas de educação, expectativa de vida, alfabetização, natalidade e riqueza. O Index do IDH de Serra Leoa é 0,438, enquanto o Index do mundo é de 0,731.

Saúde

Com uma expectativa de vida de 53,4 anos de idade, o índice de mortalidade infantil no país e de crianças menores de 5 anos desnutridas, são, respectivamente, 81,7 a cada 1000 nascidos, e de 37,8%. Ainda apresentando uma quantidade considerável de pessoas que pegam doenças como a malária.

Educação

A nação apresenta atualmente, um index de educação de 0,403, com uma taxa de alfabetização adulta (com 15 anos ou mais) de 32,4%, em uma média de 3,6 anos de escolaridade. A porcentagem de escolas secundárias com acesso a internet é somente de 3%, sendo 0% para as escolas primárias. Além disso, a população (com 25 anos ou mais) com educação secundária é de apenas 26,3%, com um índice de taxa de abandono da escola primária de 53%, com apenas 54% de professores da escola primária treinados para ensinar (UNITED NATIONS DEVELOPMENT PROGRAMME, 2020).

Renda nacional bruta e PIB

Com uma Renda Nacional Bruta (RNB) per capita de 1.381 (2011 PPP $) (UNITED NATIONS DEVELOPMENT PROGRAMME, 2020), o país tem um Produto Interno Bruto (PIB) per capita de 1.425 (2011 PPP $) e um PIB total de 10,9 (2011 PPP $ bilhões) (UNITED NATIONS DEVELOPMENT PROGRAMME, 2020), sendo o PPP a Paridade de Poder de Compra, que é uma métrica usada para comparar as moedas de diferentes países por meio de uma abordagem de cesta de bens, possibilitando ser feita a comparação da produtividade econômica com os padrões de vida entre os países (INVESTOPEDIA, 2020).

Em Serra Leoa, as importações e exportações representam 74,1% do PIB e as entradas líquidas de Investimento Direto Estrangeiro no país representam 20,1% do PIB (UNITED NATIONS DEVELOPMENT PROGRAMME, 2020). Em 2019, Serra Leoa exportou cerca de US$ 676,7 milhões em mercadorias, representando um valor 83% maior desde 2015, sendo que de 90,5% dos produtos, 18,3% foram comprados pela China. Do total de produtos vendidos, 34,8% foram para países dentro do continente africano, 34,5% para a Ásia e 30,1% para a Europa (WORLD’S TOP EXPORTS, 2020).

Os produtos mais exportados pelo país em 2019 e com maior valor em dólar foram:

  1. Minérios, escória, cinzas: US $ 342,2 milhões (50,6% das exportações totais)
  2. Madeira: $ 129,8 milhões (19,2%)
  3. Gemas, metais preciosos: $ 75 milhões (11,1%)
  4. Cacau: $ 36 milhões (5,3%)
  5. Maquinaria incluindo computadores: $ 15 milhões (2,2%)
  6. Peixe: $ 14 milhões (2,1%)
  7. Ferro, aço: $ 9,1 milhões (1,3%)
  8. Maquinaria, equipamento elétrico: $ 8,4 milhões (1,2%)
  9. Gorduras animais / vegetais, óleos, ceras: $ 5,8 milhões (0,9%)
  10. Café, chá, especiarias: US $ 4,7 milhões (0,7%)

Somente estes dez bens materiais já representam 94,6% do total de bens exportados globalmente pela Nação (WORLD’S TOP EXPORTS, 2020).

Mineradores procuram diamantes no distrito de Kono, no leste de Serra Leoa. A mineração de pequena escala tem servido como sustentação para esta área desde que os diamantes foram descobertos em 1930. Imagem: Issouf Sanogo/AFP

Taxa de emprego e vulnerabilidade

Serra Leoa conta com uma proporção de emprego por população (15 anos ou mais) de 55,6%, sendo que a porcentagem de trabalho infantil ainda é alta, chegando a 38,8% (% de 5 a 17 anos). A maior parte das pessoas trabalham no campo, representando 58,9% do total de pessoas trabalhando, apenas 35,4% está empregado na área de serviços (UNITED NATIONS DEVELOPMENT PROGRAMME, 2020).

Sustentabilidade socioeconômica

Segundo dados do “Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas”, a porcentagem da população serra-leonense que usa fontes melhoradas de água potável é de 61%, enquanto a população que usa instalações de saneamento melhoradas é de apenas 16%, e somente 5,4% da população rural tem acesso à eletricidade (UNITED NATIONS DEVELOPMENT PROGRAMME, 2020).

FONTES E REFERÊNCIAS

https://www.worldbank.org/en/country/sierraleone/overview

https://www.blackpast.org/global-african-history/sierra-leone-civil-war-1991-2002/

https://pt.wikipedia.org/wiki/Serra_Leoa

https://www.mapsland.com/africa/sierra-leone/large-physical-map-of-sierra-leone

https://www.nationsonline.org/oneworld/sierra_leone.htm

https://microform.digital/boa/collections/62/sierra-leone-under-colonial-rule-in-government-reports-1893-1961

https://freedomhouse.org/country/sierra-leone/freedom-world/2020

https://www.investopedia.com/updates/purchasing-power-parity-ppp/

http://hdr.undp.org/en/countries/profiles/SLE

https://www.blackpast.org/global-african-history/sierra-leone-civil-war-1991-2002/


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.