Clipping África Austral #59

Angola registra mais 98 casos de Covid-19 e quatro mortes

Data: 08/11/2020

Do dia 07/11 para 08/11, Angola registrou mais 98 casos de coronavírus e quatro mortes pelo mesmo. Com isso, soma-se 12.433 casos de covid-19, 5.899 recuperados, 307 óbitos e 6.227 ativos, com 9 casos críticos e 25 graves. Dos novos casos, 50 são em Luanda, 32 em Malanje, 12 no Cuanza Norte e 4 em Cunene.

Fonte: África 21 Digital

Mais de 50 pessoas foram decapitadas por militantes islâmicos em Moçambique

Data: 09/11/2020

Mais de 50 pessoas foram decapitadas por militantes islâmicos no norte de Moçambique. Os militantes transformaram um campo de futebol em um vilarejo em um “campo de execução”, onde decapitaram e mutilaram corpos. As decapitações são o mais recente acontecimento de uma série de ataques que os militantes têm realizado na província de Cabo Delgado. Os militantes estão ligados ao grupo do Estado Islâmico (EI), que lhe dá uma base no sul da África. O governo de Moçambique apelou por ajuda internacional para conter a insurgência, dizendo que suas tropas precisam de treinamento especializado. Em abril, mais de 50 pessoas foram decapitadas ou mortas a tiros em um ataque a uma aldeia em Cabo Delgado e, no início deste mês, nove pessoas foram decapitadas na mesma província. Grupos de direitos humanos afirmam que as forças de segurança moçambicanas também praticaram abusos dos direitos humanos, incluindo detenções arbitrárias, tortura e assassinatos, durante as operações para conter a insurgência.

Fonte: BBC

Angola é o 30º país a ratificar Zona Livre de Comércio Continental Africana

Data: 11/11/2020

Angola se tornou o 30º país a ratificar acordo que estabelece a Zona de Livre Comércio Continental Africana, decisão tomada às vésperas da inauguração da área, que está marcada para janeiro do próximo ano. Outros países, tais como Cabo Verde, Guiné Bissau e Moçambique, também assinaram o acordo, mas não o ratificaram. A Zona de Livre Comércio tem como objetivo ser a maior área comercial sem barreiras do mundo, a fim de inaugurar novos tempos de desenvolvimento para o continente. Além disso, tem o potencial de reunir cerca de US$ 2,5 trilhões de Produto Interno Bruto e beneficiar milhões de pessoas.

Fonte: ONU News

Oito milhões do Fundo de Desemprego desviados na África do Sul

11/11/2020

Cerca de onze pessoas foram detidas no Estado sul-africano como sendo responsáveis por desviar oito milhões de dólares do Fundo de Alívio Temporário de Seguro para o Desemprego. Tal acontecimento foi notificado na semana passada, através do Parlamento pela Unidade Especial de Investigação e pela Autoridade de Auditoria Geral, destacando que, apesar de detidos os responsáveis, há ainda suspeita de mais pessoas, uma vez que mais de 6 mil funcionários do Estado desviaram dinheiro. Tais valores seriam destinados aos desempregados e aqueles em situações mais vulneráveis devido ao COVID-19. O líder da maior força de oposição da África do Sul, John Steenhuisen, relatou que “sabia muito bem que isto iria acontecer, porque se é possível desviar dinheiro destinado até ao funeral de Mandela, é evidente que o dinheiro para o equipamento de proteção pessoal e para o alívio da crise da Covid-19 seria uma cereja para os corruptos que olham para a sua barriga primeiro”.

Fonte: Deutsche Welle

ONU insta Moçambique a investigar assassinatos e decapitações

Data: 11/11/2020

50 pessoas morreram nos últimos dias devidos a ataques ligados aos combatentes da ISIL (ISIS), dentre elas, houve decapitações de mulheres e crianças. Tal acontecimento repercutiu nas Nações Unidas, onde o secretário-geral, Antônio Guterres, solicitou a Moçambique investigações, relatando estar em choque com os massacres cometidos por grupos armados, mas não houve resposta imediata por parte do governo. Desde 2017, esse grupo tem atuado em locais como Cabo Delgado e assustando a população com seus assassinatos.

Fonte: Al Jazeera

África do Sul é destaque mundial em pedidos de entrega de comida vegana

Data: 11/11/2020

O Uber Eats divulgou que a África do Sul é o quinto país do mundo que mais entrega pedidos de comida vegana pelo app. O chefe de operações do Uber Eats África do Sul interpreta esse fato como uma transição da população do vegetarianismo para o veganismo. Além disso, a outra hipótese é relacionada à pandemia e sua possível influência no aumento de consumo de vegetais em casa e um alerta na redução de alimentos de origem animal.

Fonte: Vegazeta

A vacina contra o Covid-19 está cada vez mais próxima, porém o distanciamento e a máscara tem de ser mantido

Data: 12/11/2020

John Nkengasong, diretor do Centro Africano de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), afirma que a vacina contra o Covid-19 é um passo importante para a volta da normalidade, mas ainda é necessário seguir as recomendações da Organização Mundial da Saúde para não haver um aumento dos números de casos nessa segunda onda da pandemia. De acordo com ele: “As notícias sobre a vacina são positivas e encorajadoras, mas leva tempo e precisamos continuar a implementar as medidas defendidas pela Organização Mundial de Saúde, a vacina não é uma bala mágica que vai curar tudo”. A África mantém um baixo nível de casos confirmados do Covid-19 e de mortes em comparação a outros continentes, surpreendendo os analistas. Porém, o África CDC registrou um aumento de 7,5% do número de casos confirmados nas últimas semanas, salientando que a África do Sul, Marrocos, Etiópia, Egito, Quénia, Nigéria, Camarões, Ruanda, Uganda e Gana representam mais de 70% do total.

Fonte: Jornal do Brasil

Moçambique enfrenta onda de decapitações por jihadistas que difundem vídeos em português

Data: 12/11/2020

O norte de Moçambique vive o auge de uma onda de violência que tomou a região nos últimos três anos, quando insurgentes islâmicos passaram a promover assassinatos, decapitações e sequestros de mulheres e crianças em vilarejos na província de Cabo Delgado, rica em rubi e gás natural. Na aldeia de Muatide, os jihadistas transformaram, neste mês, um campo de futebol em campo de execuções. Segundo fontes locais, os combatentes capturaram pessoas que tentavam fugir, levaram-nas para o local e mutilaram seus corpos. Mais de 50 pessoas foram decapitadas ao longo de três dias de violência. Desde 2007, cerca de 2 mil pessoas foram mortas e mais de 430 mil ficaram desabrigadas no conflito na província de maioria muçulmana, religião de 1 em cada 5 moçambicanos. A organização não governamental Anistia Internacional estima que mais de 350 mil pessoas correm o risco de passar fome na esteira da crise.

Fonte: BBC Brasil

Michelle Bachelet alerta para “situação alarmante” no norte de Moçambique

Data: 13/11/2020

A Alta Comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet, pediu nesta sexta-feira, dia 13 de novembro, medidas urgentes para proteger os civis na província de Cabo Delgado, no norte de Moçambique. Em comunicado, Bachelet destaca “uma situação cada vez mais alarmante dos direitos humanos”, com ataques de grupos armados e ​​confrontos com as forças de segurança em diferentes partes da província. Segundo ela, “todas as alegadas violações e abusos do direito internacional dos direitos humanos e do direito internacional humanitário cometidos por grupos armados e forças de segurança devem ser investigados de forma completa, independente e transparente pelas autoridades competentes”. A Alta Comissária lembra que todas as partes em conflito devem cumprir as suas obrigações de direito internacional e o Estado moçambicano deve assegurar que quaisquer forças sob o seu controlo, incluindo forças militares privadas contratadas, respeitem estas obrigações.

Fonte: ONU News


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.