Clipping GOLFO DA GUINÉ 2/2021

Candidatos eleitorais da República do Congo dizem que votos foram prejudicados por fraude.

 

Na terça (23), resultados provisórios na República do Congo mostraram que Denis Sassou Nguesso foi reeleito com 88% dos votos, estendendo seu mandato que já dura 36 anos. No dia seguinte, os apoiadores dos outros dois candidatos, Mathias Dzon, que ficou em terceiro, e Guy Brice Parfait Kolelas, que ficou em segundo mas morreu logo após o fim da pesquisa eleitoral, afirmaram que os resultados foram fraudados e pediram anulação dos resultados. Embora não tenha apresentado provas, Mathias Dzon anunciou que irá preencher um recurso para a corte constitucional na quinta. Ainda descreveu que as eleições foram votos desastrosos, fraudados e prejudicados por diversas irregularidades. Porta-vozes do governo e a comissão eleitoral ainda não se pronunciaram sobre o caso.

29 de Março de 2021

https://www.reuters.com/article/us-congorepublic-election-fraud/congo-republic-election-candidates-say-vote-marred-by-fraud-idUSKBN2BG31Z

Gabão quer mais igualdade entre homens e mulheres

Data: 28/03/2021

Serão apresentados ao parlamento do Gabão três projetos de lei que possuem o objetivo de fortalecer a igualdade entre homens e mulheres no país. Um concerne a eliminação da violência contra mulheres e os demais dizem respeito a emendas no código penal e civil, para conceder à mulher o papel de chefe de família, a extensão do direito à interrupção voluntária da gravidez e o direito de divórcio por consentimento mútuo. Segundo a primeira-ministra, Ossouka Raponda, é preciso reforçar a proteção para as mulheres e eliminar progressivamente a discriminação e violência direcionadas a estas. Segundo o relatório “Mulheres, Negócios e Lei 2021” do Banco Mundial, o Gabão está em 41° entre os 48 países da África Subsaariana em termos de promoção dos direitos das mulheres.

Fonte: Africa News

Link:https://www.africanews.com/2021/03/28/gabon-wants-more-equality-between-men-and-women/

Serra Leoa recebe primeiras doses de vacinas Covax

A primeira leva de 96 mil vacinas chega em Serra Leoa sob iniciativa da Covax. As doses da vacina Oxford-AstraZeneca chegam semanas depois da chegada de 200 mil doses da vacina chinesa. Uma enquete mostrou que apenas 43% das pessoas na capital de Serra Leoa, Freetown, estão dispostas a receber a injeção para COVID-19 e menos ainda estão dispostos se for da vacina chinesa. Com população de pouco mais de 8 milhões de habitantes, o país já confirmou 3920 casos de coronavírus e 79 mortes.

28 de março de 2021

https://www.bbc.com/news/topics/c302m85q5mlt/sierra-leone


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.