Clipping África Austral #77

Detidos oficiais das Forças Armadas que tentavam retirar milhões de Angola

25/05/2021

A Procuradoria Geral da República de Angola tornou público um processo contra alguns oficiais das forças armadas do país por suspeita de crimes como peculato, retenção de moeda, associação criminosa e outros. Isso aconteceu após oficiais ligados diretamente à Presidência do país serem flagrados portando milhões de euros, dólares e kwanzas em dinheiro vivo em suas casas, carros, e até viaturas oficiais, gerando o início do inquérito e consequentemente do afastamento dos oficiais dos respectivos cargos. 

Fonte: Deutsche Welle

Em Cabo Delgado, há necessidade de mulheres terem voz

Fonte: DW

26/05/2021

Foi debatido nesta terça-feira (25/05) na capital de Moçambique o encontro do tema “Mulheres, paz e segurança humanitária na perspectiva do gênero: perspectivas para a edificação de uma paz sustentável em Moçambique” em que se discutiu o papel das mulheres nos processos de paz, em especial no conflito em Cabo Delgado. A ausência deste viés pode afetar além do acesso à educação e saúde, da insegurança alimentar e a desnutrição crônica, os riscos inerentes ao fato de serem mulheres, como violência sexual e a prostituição forçada. “Milhares de mulheres e raparigas irão continuar num ciclo vicioso em que a desigualdade do gênero continua e, provavelmente, cresce ainda mais”, salienta.

Fonte: Deutsche Welle

Alemanha reconhece ter cometido genocídio na Namíbia

28/05/2021

Na última sexta-feira (28/05), mais de um século após as atrocidades cometidas na então colônia Sudoeste Africano Alemão, atual Namíbia, a Alemanha reconheceu que os crimes cometidos pelas autoridades coloniais alemãs contra os povos herero e nama são um genocídio. O presidente da Alemanha, Frank-Walter Steinmeier, pedirá perdão pelo genocídio numa cerimônia no Parlamento da Namíbia. Segundo o Ministro de Relações Exteriores da Alemanha, Heiko Maas: “como gesto de reconhecimento da dor incomensurável que foi infligida às vítimas, queremos apoiar a Namíbia e os descendentes das vítimas com um programa substancial da ordem de 1,1 bilhão de euros para reconstrução e desenvolvimento.” A indenização, que será paga ao longo de 30 anos, deverá ir para programas de infraestrutura, saúde e educação, segundo o governo da Namíbia. Contudo, a oposição ao governo criticou o acordo e afirmou que os descendentes dos povos herero e nama não foram suficientemente contemplados. “Se a Namíbia recebe dinheiro da Alemanha, ele deveria ir para os líderes tradicionais das comunidades atingidas e não para o governo”.

Fonte: Deutsche Welle

Movimento Democrático de Moçambique reúne-se para definir eleição de presidente

28/05/2021

O Partido Movimento Democrático de Moçambique (MDM), que perdeu o seu primeiro e único líder, Daviz Simango, em fevereiro deste ano, deve se reunir na realização de um Congresso Nacional com intuito de escolher o novo presidente, sucessor de Simango. Como são a terceira força parlamentar, a reunião deve contar com a participação de 150 membros de todas as 11 províncias do país. O MDM possui seis deputados na Assembleia da República (AR), dominada pelos partidos Frente de Libertação de Moçambique (FRELIMO), com 184 deputados, e a Resistência Nacional Moçambicana (RENAMO) que possui 60 cadeiras.

Fonte: Deutsche Welle


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.