Clipping Norte da América do Sul #82

Guiana

Presidente da Guiana afirma que o país não está ainda em posição de adotar um fundo de riquezas no modelo norueguês

Recentemente, o presidente Irfaan Ali anunciou que o governo ainda não está pronto para implementar o modelo norueguês do Fundo Soberano de Riqueza – em inglês, Sovereign Wealth Fund (SWF) -,  que consiste numa maneira de administrar as receitas advindas do petróleo, produto abundante na Guiana. O modelo em questão engloba tanto estabilização do orçamento quanto poupança e, por estar atrelado ao orçamento anual do governo, fornece financiamento estável e permite que o país use cerca de 3% do capital do orçamento do fundo a cada ano. Entretanto, segundo Irfaan Ali, o foco de sua administração é promover transparência quanto aos gastos da receita petrolífera e, além disso, ele aponta que o modelo só foi adotado na Noruega quando o país estava com níveis mais estáveis de infraestrutura, serviços e desenvolvimento. Neste sentido, o governo deve priorizar o investimento em infraestrutura, saúde, educação e energia, que são setores que necessitam de transformação, para depois desenvolver um fundo de riquezas. O país também analisa modelos de administração de receitas utilizados em outros países, na busca por examinar quais seriam melhores para a Guiana. 

Fonte: https://www.stabroeknews.com/2021/05/23/news/guyana/guyana-not-yet-in-position-to-adopt-norway-model-for-a-wealth-fund-ali/

Data: 23/05/2021. Por: Sofia França Prieto. 

Guiana Francesa 

PF combate migração ilegal na fronteira com a Guiana Francesa

A Polícia Federal deu início hoje (26/05/2021) a uma operação nomeada Catraia, no município de Oiapoque, extremo norte do Estado do Amapá, cujo objetivo central é o cumprimento de dois mandados de prisão de indivíduos suspeitos de enviaram e receberem ilegalmente pessoas, por meio fluvial, para trabalho ilegal majoritariamente em garimpos clandestinos na Guiana Francesa. A investigação teve início após o Exército Brasileiro, que fazia ronda no Rio Oiapoque, abordar uma embarcação suspeita, principalmente após a fuga do piloto. Junto à embarcação foram encontrados itens que indicavam o transporte de pessoas e materiais utilizados para o trabalho em garimpos. Essa é a terceira operação contra migração ilegal realizada pela Polícia Federal na região este ano.

Fonte: https://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2021-05/pf-combate-migracao-ilegal-na-fronteira-com-guiana-francesa.

Data: 26 de maio de 2021. Por Matheus Felipe Moreira Zanetti

Suriname

Reuniões entre Guiana e Suriname indicam o progresso da cooperação estratégica no Norte da América do Sul

No último sábado (22), o ministro de Relações Exteriores, Comércio Internacional e Cooperação Internacional do Suriname, Albert Ramdin, e o ministro de Relações Exteriores e Cooperação Internacional da Guiana, Hugh Todd, se reuniram na capital surinamesa Paramaribo para dar seguimento aos acordos de cooperação assinados entre os presidentes de ambos os países. Os acordos firmados entre Guiana e Suriname demonstram um compromisso bilateral das nações em busca de avanços tecnológicos e de maior troca de informações estratégicas. Dessa forma, a cooperação poderá contribuir para uma melhor fiscalização de suas fronteiras, principalmente com o aumento da exploração de petróleo e gás.

Fonte: https://dodofinance.com/ministerial-meeting-last-weekend-between-suriname-and-guyana/

Data: 24/05/2021. Por: Pedro Bello.

Venezuela

Tentativa de diálogo em meio a crise econômica vivida na Venezuela

Houve uma piora significativa da crise venezuelana nos últimos anos, em decorrência da guerra política entre o atual presidente Nicolás Maduro e o declarado presidente interino Juan Guaidó. Porém, a chegada ao poder de Joe Biden nos EUA e o apoio internacional a uma saída pacífica para a crise venezuelana têm tido grande influência nessa conjuntura. Os estadunidenses anunciaram que irão suspender o auxílio financeiro prestado a Guaidó caso este não consiga firmar um acordo de paz até o dia 1º de dezembro deste ano. 

A insurgência dessa discussão levou o atual político a propor uma reunião de seus representantes para com o presidente Maduro, a fim de traçar uma estratégia para saída da crise de forma a não prejudicar ainda mais o país. Apesar dos esforços, a reunião ainda segue sem data marcada. A pressão sobre o país pela comunidade internacional está cada vez maior.

Fonte: https://www.brasildefato.com.br/2021/05/23/entenda-os-fatores-que-levaram-guaido-a-propor-um-acordo-nacional-na-venezuela

Data: 25 de maio de 2020. Por Gustavo Parreiras Freitas de Oliveira.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.