Clipping Chifre da África #88

Fonte: ISTOÉ Dinheiro

OCHA PREVÊ PIORA DRAMÁTICA DA SITUAÇÃO EM TIGRAY, NA ETIÓPIA

 Por Bárbara Thaís Pinheiro Silva

Segundo o coordenador humanitário interino das Nações Unidas na Etiópia, a impossibilidade de suprir as necessidades da população do país tende a piorar a crise humanitária, sobretudo em Tigray. Uma vez que 90% da população da capital precisa com urgência de ajuda humanitária face aos altos níveis de desnutrição, principalmente nas mulheres e grávidas. Apenas US$ 20 mil foram destinados às ações de ajuda em Tigray, sendo que o seria conseguir US$ 132,5 milhões até o fim do ano.

Fonte: https://news.un.org/pt/story/2021/09/1761842 

CIJ CONCEDE À SOMÁLIA MAIOR PARTE DE ZONA MARÍTIMA REIVINDICADA PELO QUÊNIA

Por Maria Luiza Mendes em 12/10/2021

A Corte Internacional de Justiça (CIJ) autorizou nesta terça-feira (12) à Somália a soberania de boa parte de uma zona marítima do oceano Índico, rica em peixes e possivelmente em hidrocarbonetos, também reivindicada pelo Quênia, que rejeitou a sentença. A CIJ, a maior instância judicial da ONU, decidiu que “não havia uma fronteira marítima pactuada” traçando uma nova linha fronteiriça, satisfatória aos interesses da Somália, disse a presidente do tribunal, Joan Donoghue.

Fonte: Estado de Minas – Internacional

Disponível em: https://www.em.com.br/app/noticia/internacional/2021/10/12/internacional_1313203/cij-conc ede-a-somalia-maior-parte-de-zona-maritima-reivindicada-pelo-quenia.shtml

SOMÁLIA REJEITA PLANO PARA MISSÃO DE MANUTENÇÃO DA PAZ ENTRE UNIÃO AFRICANA E ONU

 Por Maria Luiza Mendes em 12/10/2021

O governo da Somália rejeitou nesta terça-feira (12) o plano para a criação de uma missão conjunta de manutenção da paz União Africana e das Nações Unidas, que mudaria a atuação da missão da UA no país, cujo mandato termina no dia 31 de dezembro. Em uma declaração emitida na segunda-feira, o Conselho de Paz e Segurança da UA expressou o seu apoio à criação de uma “Missão de Estabilização Multidimensional UA-ONU na Somália”, que “assegura um financiamento plurianual previsível e sustentável para a futura missão.”

Fonte: RTP Notícias

 Disponível em: https://www.rtp.pt/noticias/mundo/somalia-rejeita-plano-para-missao-de-manutencao-da-pazuniao-africana-e-onu_n1355345

TROPAS DA ETIÓPIA LANÇAM NOVA OFENSIVA

Por Maria Luiza Mendes em 09/10/2021

 As Tropas do Governo etiope e seus aliados lançaram uma nova ofensiva contra os combatentes da Frente de Libertação do Povo Tigray (TPLF) na região de Amhara, ao norte do país. Ocorreu ataques aéreos e terrestres em algumas regiões, disseram trabalhadores humanitários à agência de notícias AFP. Segundo um porta-voz da TPLF, foram utilizados artigos de artilharia e drones. Os ataques se concentraram nas cidades de Wurgessa e Wegeltena, entre outras. Além disso, o exército terá reunido “dezenas de milhares” de soldados no norte de Amhara.

Fonte: DW Disponivel em: https://www.dw.com/pt-002/tropas-da-etiópia-lançam-nova-ofensiva/a-59457732

FALTA DE MATERIAL MÉDICO CAUSA MORTES EM TIGRAY, DIZ ONU

Por Maria Luiza Mendes em 07/10/2021

O Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA) denunciou que “não foi autorizado” material médico de primeira necessidade, embora que entre os dias 28 de setembro e 5 de outubro houve a entrada de 50 caminhões de ajuda em Tigray. A falta de material médico tem consequências fatais na região de Tigray, onde pacientes que sucumbem a hemorragias pós-parto ou por falta de produtos para diálise, alertou a ONU na última quinta-feira (07).

Fonte: Estado de Minas – Internacional

Disponível em: https://www.em.com.br/app/noticia/internacional/2021/10/07/interna_internacional,1312226/f alta-de-material-medico-causa-mortes-no-tigre-etiopia-diz-onu.shtml

MAIS DE 600 MIL PESSOAS FORAM AFETADAS POR INUNDAÇÕES NO SUDÃO DO SUL

Por Maria Luiza Mendes em 07/10/2021

Cerca de 623 mil pessoas foram afetadas por inundações no Sudão do Sul, situação agravada pela violência no país, em um alerta emitido pelo Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA). O alto volume das chuvas ocasionaram com o transbordamento dos rios, inundando casas e fazendas em oito dos dez estados do país, segundo a agência da ONU. As equipes de resgate usaram canoas e barcos para chegar às populações isoladas.

Fonte: Correio Braziliense – Mundo

 Disponível em: https://www.correiobraziliense.com.br/mundo/2021/10/4954155-mais-de-600-mil-pessoas-af etadas-por-inundacoes-no-sudao-do-sul.html

PRINCIPAL TRIBUNAL DA ONU JULGA DECISÃO FAVORÁVEL À SOMÁLIA EM UMA DISPUTA DE FRONTEIRA COM QUÊNIA

Por Henrique do Bonfim em 12.out.2021

A Corte Internacional de Justiça rejeitou, na terça-feira (11) as reivindicações territoriais quenianas sobre uma parte do território marítimo do Oceano Índico, que faz fronteira com a Somália. A justificativa é que o Quênia não mantém o território consistentemente e por isso não tem direito à sua ocupação. A região marítima, agora legitimamente parte da Somália, é um potencial local de exploração de petróleo e gás. Em declaração, Nairóbi disse que não reconheceria o julgamento da corte, alegando que o processo judicial teve um viés óbvio e inerente em favor dos somalis, já que Haia considerou o contexto da guerra civil e todas as limitações governamentais da Somália para tomar a decisão favorável ao país.

Fonte: https://www.aljazeera.com/news/2021/10/12/un-court-icj-somalia-kenya-maritime-borderdispute-ruling

EXÉRCITO ETÍOPE LANÇA UM GRANDE ATAQUE NOS REBELDES DO TIGRAY

 Por Henrique do Bonfim em 11.out.2021

Getachew Reda, porta-voz da Frente de Libertação do Povo Tigray (TPLF) alegou, em 11 de outubro, que as forças do governo lançaram frentes de combate contra os rebeldes Tigray na região de Amhara, no norte da Etiópia. Segundo ele, ataques aéreos, ataques de drones e pesados bombardeios de artilharia também estavam em andamento. A nova ofensiva quebra o cessar-fogo declarado pelo governo da Etiópia em junho, quando forças dos rebeldes tomaram a maioria da região do Tigray, forçando a retirada das tropas do governo da região de Amhara. Desde o início dos combates em 2020, milhões de pessoas foram deslocadas e centenas de milhares de Tigrayanos cedem à fome – uma situação que as Nações Unidas atribuem ao bloqueio da ajuda humanitária por parte do governo etíope, embora negue que esteja bloqueando a ajuda.

Fonte: https://www.aljazeera.com/news/2021/10/11/ethiopian-army-launches-ground-attack-ontigray-forces-reports

PARLAMENTO DA UNIÃO EUROPEIA ADOTA RESOLUÇÃO PARA O CASO NA ETIÓPIA

Por Henrique do Bonfim em 08.out.2021

O parlamento da União Europeia aprovou uma resolução demandando a imediata cessão das hostilidades na Etiópia, ameaçando tomar medidas drásticas, como embargos e sanções econômicas a ambas as partes do conflito no Tigray. O parlamento aprovou um apelo aos Estados-Membros para suspender as exportações de armas e tecnologias que estão sendo utilizadas para conflitos e consequente violação dos direitos humanos na Etiópia. Além disso, condenaram as autoridades etíopes pela sua discriminação com os Tigrayanos, considerando que vários funcionários do governo incitaram o ódio com a etnia. O parlamento Europeu também pressiona o Conselho de Segurança da ONU para tomar medidas concretas que garantam o acesso humanitário e operações de paz, a fim de amenizar a grave situação que a região vive, além de considerar a responsabilização pelas atrocidades cometidas.

Fonte: https://addisstandard.com/news-eu-parliament-adopts-resolution-on-ethiopia-demandsimmediate-cessation-of-hostilities-calls-for-wide-range-sanctions-including-arms-embargo/

ETHIOPIAN AIRLINES NEGA ACUSAÇÕES DE TRANSPORTE DE ARMAMENTO NO CONFLITO DE TIGRAY

Por Italo Pimenta

Uma investigação conduzida pela CNN apontou o transporte da companhia Ethiopian Airlines de armamentos do hub da aérea, Addis Ababa, até cidades na região da Eritreia, marcada pelo conflito há quase dois anos. Em caso de confirmação das acusações, o transporte destes constitui-se como uma violação das leis internacionais da aviação, as quais proíbem o transporte de armamento e artigos militares em aviões civis. Além disso, diversas implicações e perdas de aportes financeiros serão possivelmente decorrentes à companhia, dada a sua associação ao relevante grupo Star Alliance, formada por cerca de 28 companhias aéreas globais. A companhia reiterou que cumpre rigorosamente todas as exigências nacionais, locais e internacionais e que, ao longo de sua história, em nenhum momento transportou quaisquer armas ou equipamentos militares. Entretanto, a CNN divulgou que, através do acesso a documentos emitidos pela companhia, por meio de testemunhas visuais e fotografias, pôde confirmar as constatações.

Fonte: ETHIOPIAN Airlines denies transporting weapons in Tigray conflict. AlJazeera, [S. l.], p. 1, 6 out. 2021. Disponível em: https://www.aljazeera.com/news/2021/10/6/ethiopian-airlines-denies-transporting-weapons-in-tigray-conflict. Acesso em: 12 out. 2021.

LÍDER DA ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE (OMS), ALERTA AO AGRAVAMENTO DA CRISE NO TIGRAY

Por Italo Pimenta

O líder da OMS, em inglês World Health Organization (WHO), Dr Tedros, alerta ao agravamento da crise humanitária decorrente do conflito no norte da Etiópia, afirmando que dia após dia há um acirramento das necessidades no local. Segundo Dr Tedros, mais de 7 milhões de pessoas estão extremamente vulneráveis e dependem urgentemente de suporte alimentar. Tedros é nativo do Tigray e confirma que os serviços básicos como eletricidade, telecomunicações e bancos permanecem, de fato, sem funcionamento, sem que haja previsões de retorno às atividades. Dados obtidos pelo líder apontam que cerca de 400 mil pessoas vivem em situação de inanição.

Fonte: ETHIOPIA‘S Tigray aid crisis worsening – WHO head. BBC News UK, [S. l.], p. 1, 13 out. 2021. Disponível em: https://www.bbc.com/news/topics/cwlw3xz047jt/ethiopia. Acesso em: 13 out. 2021.

REBELDES SEQUESTRAM DEZENAS NO OESTE DA ETIÓPIA

Por Italo Pimenta

Um grupo rebelde na Etiópia sequestrou, pelo o menos, 145 pessoas na região oeste de Benishangul-Gumuz. Posteriormente, o grupo combateu as forças de segurança do local, movimentando centenas de pessoas de suas casas. A Comissão de Direitos Humanos da Etiópia (EHRC), nomeada pelo Estado, apontou que um grupo nomeado Movimento Democrático Popular de Gumuz (GPDM) sequestrou os civis em Sedal Woreda após os confrontos. O conflito entre o grupo e as forças de segurança intensificou-se rapidamente, desde os primeiros atos de sequestro.

Fonte: REBELS kidnap dozens in western Ethiopia. BBC News UK, [S. l.], p. 1, 4 out. 2021. Disponível em: https://www.bbc.com/news/topics/cwlw3xz047jt/ethiopia. Acesso em: 12 out. 2021.

MARROCOS E DJIBOUTI CRIAM GRUPO PARLAMENTAR AMISTOSO

Por Yasmin de Miranda

Um novo grupo parlamentar entre Marrocos e Djibouti foi criado na quinta-feira (14) a partir do acordo alcançado entre uma delegação marroquina, representada por Mohamed Touimi Benjelloune, e o presidente do parlamento do Djibouti, Mohamed Ali Houmed, na cidade de Djibouti. Com um histórico de boas relações entre os dois países, a criação do grupo parlamentar objetiva a promoção e o fortalecimento da cooperação entre ambos países através do intercâmbio de experiências nas áreas que representam interesse.

Fonte: The North Africa Post (https://northafricapost.com/53197-morocco-djibouti-to-set-up-friendship-parliamentary-group.html)

FOOD HEROES: A COLHEITA TRANSFORMADORA DE UM PRODUTOR DE ABACATE NA ETIÓPIA

Por Yasmin de Miranda

A Organização das Nações Unidas (ONU) escolheu, neste ano, um fazendeiro etíope chamado Bogale Borena como um dos 17 “food heroes” nomeados pela sua Agência de Alimentação e Agricultura (FAO). Bogale diz que o cultivo de mudas de abacate, realizado em um parque destinado para a produção da agroindústria no sul do país, garantiu-lhe o ganho de cerca de 44 mil dólares neste ano. Com os bons resultados que vem obtendo, Bogale ainda afirma que pretende usar o dinheiro que conseguiu para ampliar seu negócio, aumentando o número de mudas produzidas e empregando novos funcionários.

Fonte: ONU News (https://news.un.org/em/story/2021/10/1102502)

SOMÁLIA E SÉRVIA ASSINAM PACTO COMERCIAL

Por Yasmin de Miranda

Em seu último encontro, o Ministro do Comércio e Indústria somali, Khalifa Abdi Omar, e a ministra do Comércio, Turismo e Telecomunicações sérvia, Tatjana Matić, comemoraram a reabertura da embaixada da Somália na Sérvia, assim como o estreitamento da relação entre ambas nações. As duas autoridades se reuniram em Belgrado, sendo que Matić, ao relembrar a boa relação que ambos países possuíam, expressou grande interesse na promoção da cooperação em áreas como comércio, educação, agricultura e tecnologia de comunicações.

Fonte: allAfrica (https://allafrica.com/stories/202110200688.html)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.