Clipping África Austral #114

Em Madagascar, criança albina desaparece, manifestantes protestam contra sumiço, polícia dispara contra multidão e mata 19 pessoas

Fonte:Foto: Karen Grønskov, Jakob Ek, and Karen Brondum-Nielsen/Via Wikipedia

30/08/2022

Na semana passada, uma criança albina desapareceu em Ikongo, cidade a 350 km de Antananarivo, capital de Madagascar. As autoridades suspeitam de um sequestro e quatro acusados foram detidos. Na segunda-feira (29/08), moradores do município, revoltados com a situação, queriam fazer justiça com as próprias mãos e foram às autoridades com paus, pedras e facões, pedindo para verem os suspeitos. Os policiais fizeram um perímetro de segurança, usaram gás lacrimogêneo, dispararam tiros de advertência e, segundo o comandante da tropa, como último recurso, recorreram à autodefesa. Como resultado, os policiais foram responsáveis pelo ferimento de 21 pessoas e pela morte de 19. As forças de segurança do país são denunciadas por violações dos direitos humanos com frequência, mas raramente são processadas.

Fonte: G1

Biden se reunirá com líder da África do Sul apesar das diferenças sobre a Rússia

02/09/2022

Em uma estratégia de aproximar o governo da África do Sul e dos Estados Unidos, os dois presidentes se encontrarão no mês de setembro para tratar de assuntos como comércio e investimento, infraestrutura, energia, clima, saúde pública e o papel de liderança que a África do Sul possui no continente. Mesmo que a África do Sul e maior parte dos países do continente africano tenham tido um posicionamento neutro na questão que envolve a Guerra na Ucrânia, não seguindo a lógica dos Estados Unidos de penalizar a Rússia, Biden e Ramaphosa decidiram se encontrar para tratar de outras questões importantes. A reunião acontecerá em um momento crítico e delicado para o presidente Ramaphosa, que enfrenta críticas de opositores e até de dentro do seu partido a respeito de um escândalo envolvendo 4 bilhões de dólares roubados de sua fazenda.

Fonte: Africanews

Surto de sarampo mata 700 crianças no Zimbábue

05/09/2022

O Zimbábue é foco desde abril deste ano por um surto de sarampo que fica cada vez mais grave com o passar dos meses, sendo que atualmente, cerca de 700 crianças já perderam sua vida para a doença. A adesão à vacinação no país atualmente é baixa, devido a grupos que disseminam informações antivacina, sendo eles principalmente grupos religiosos. Especialistas e médicos acreditam que a melhor maneira de superar o surto é o governo usar de medidas coercitivas para atingir uma boa cobertura vacinal, uma vez que a educação pode não ser suficiente devido a resistência da população em aderir à vacinação. Dessa maneira, especialistas acreditam que incorporar a obrigatoriedade da vacinação em casos de doenças mortais, como o sarampo, por meio da promulgação de legislações, é o melhor caminho para que o país saia da situação de surto da doença. Atualmente, o governo vem tentando fortalecer campanhas vacinais e pede o apoio de líderes tradicionais e grupos religiosos para que seja, de fato, efetiva.

Fonte: Africanews

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.